Hildo Rocha reafirma compromissos de campanha e agradece expressiva votação



Hildo Rocha concede entrevista à Rádio Mirante AM e diz que revisão do pacto federativo, aprovação das reformas política e tributária e combate à corrupção são prioridades do mandato.

Em entrevista ao jornalista Roberto Fernandes, apresentador do programa Ponto Final, da Rádio Mirante AM, quinta-feira (09), o deputado federal eleito, Hildo Rocha (PMDB), aproveitou para agradecer mais uma a expressiva votação recebida domingo (5) e reafirmou o seu compromisso de lutar pela redefinição do Pacto Federativo, para que haja uma partilha justa entre os entes federados (União, estados e municípios) dos recursos que o pais arrecada com impostos.

No bate-papo, o ex-secretário estadual das Cidades, que saiu das urnas com a segunda maior votação do estado para deputado federal (125.521 votos), falou ainda que vai lutar pela aprovação das reformas políticas e tributária e por projetos de lei que combatam a corrupção. 

Alvo de ataques em blogs durante a campanha eleitoral, com falsas informações sobre sua candidatura, o peemedebista condenou a prática e disse ser favorável a penas mais rigorosas, com prisão de até 5 anos, para quem cometer crimes de difamação na internet.

Confira os principais trechos da entrevista:

Posicionamento na Câmara

“Vou seguir as orientações do meu partido, mas tenho ideias próprios pelos quais vou lutar. Por exemplo, defendo a criação de um novo Pacto Federativo e as reformas política e tributária”,

Pacto Federativo

“Esse modelo é injusto, prejudica os estados e municípios. Esse é o gargalo da política econômica que precisa ser corrigido. O ideal é que todos os tributos gerados pelos cidadãos sejam partilhados entre os três entes da federação (União, estados e município), não apenas o Imposto de Renda e o IPI (Imposto sobre Propriedade Industrial), como ocorre hoje.


Reforma política

“Vamos apresentar propostas para tornar as disputas eleitorais mais equilibradas, projeto de lei estabelecendo limite de gastos, propondo o financiamento público das campanhas e o fim da reeleição. Muitas vezes, candidatos preparados, com perfis adequados para o exercício dos cargos que pleiteiam, entram na disputa eleitoral em desvantagem por não disporem de recursos financeiros para bancar os altos custos das campanhas. Defenderei ainda que os mandatos sejam de cinco anos sem direto a reeleição. Às vezes, os governantes quando assumem deixam de tomar atitudes impopulares para se reeleger, isso é muito grave. A reeleição não é boa para os cidadãos”.

Governadora Roseana Sarney

“A história irá reconhecer o que a governadora Roseana fez pelo Maranhão. Em todas as áreas ela contribuiu com o [desenvolvimento] do Estado”.

Crimes na Internet

“Fui alvo de muitos ataques na internet durante a campanha. Blogs que vivem de fuxico e difamações, a três dias da eleição, espalharam informação falsa de que eu estava com os meus direitos políticos suspensos. Ingressamos com ação na Justiça, que considerou o conteúdo da postagem inverídica e mandou retirar a matéria do ar. Sou defensor da liberdade de expressão, mas tudo tem limite, e o limite do direito de se expressar é a dignidade das pessoas. O nosso Código Penal, que é muito antigo, prevê apenas multa muito pequena para quem comete um delito dessa natureza, mas nós vamos para lá trabalhar para que essa pena aumente para pelo menos 5 anos”.

Corrupção 

“A corrupção é a grande chaga do nosso país. Nós temos que dar um choque de moralidade, combatendo fortemente os atos de corrupção. Os próximos governantes devem eleger esse tema como uma prioridade. O arcabouço jurídico existente, se bem aplicado pode ajudar, mas é necessário aprimorá-lo”.

Mais sobre o deputado

Hildo Rocha começou na vida pública na cidade de Cantanhede onde foi vereador, presidente da Câmara e prefeito por dois mandatos consecutivos. Entre 1993 e 1994, presidiu a Federação dos Municípios do Maranhão (Famem). Foi ainda Conselheiro da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Assessor Parlamentar da Senadora Roseana Sarney e titular das secretarias de Estado de Assuntos Políticos e Cidades e Desenvolvimento Urbano.

Com um forte discurso municipalista, o ex-secretário sempre foi citado em pesquisas e análises políticas durante a campanha como um dos favoritos. Com apoios de prefeitos e demais lideranças em todas as regiões do estado, finalizou o pleito eleitoral com mais de 100 mil votos, sendo o segundo mais na lista geral e o primeiro da sua coligação (Pra Frente Maranhão).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos