PRÉDIO DO HEMONÚCLEO DE SANTA INÊS ESTÁ PARCIALMENTE INTERDITADO


O hemonúcleo de Santa Inês que atende hoje 30 Municípios, coletando em media 300 bolsas de sangue mês, está parcialmente interditado e deve mudar de endereço nos próximos dias.

Conforme informações da diretora do Hemonúcleo de Santa Inês, Sanmara Meirelles o serviço de coleta esta funcionando em uma sala menor e improvisada, e que já na próxima semana o hemonúcleo já deve estar funcionando em novo endereço.

Depois de paralisar suas atividades 02 vezes nos últimos 60 dias para corrigir problemas em sua estrutura física, o prédio onde funciona o Hemonúcleo de Santa Inês que foi construído em 2000 está com sua estrutura física comprometida.

 Conforme laudo técnico só agora divulgado, emitido por fiscais do Ministério da Saúde que vistoriaram o prédio em novembro de 2011 o problema está na fundação do prédio.

 Um córrego que corre atrás do prédio transbordou em 2009 e causou infiltração no solo e nas paredes, situação que se agravou em 2010/2011.

ENTENDA O CASO :

  Fiscais do Ministério da Saúde fizeram  uma vistoria no prédio onde funciona o hemonucleo de Santa Inês em Novembro de 2011.

 Na oportunidade determinaram a reforma da sala de coleta, revisão de todo o sistema de climatização além de  limpeza de todo o prédio.
 Na época os serviços de coleta foram suspensos no dia 23.11 e reiniciados  no dia 28.11.

 Dia 27 de Dezembro o Hemonucleo voltou a suspender os serviços de coleta novamente, retornado dia 02 de Janeiro (segunda-feira)
  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos