Coletivo “Sempre PT” declara apoio a Washington…


Coletivo “Sempre PT” declara apoio a Washington…




"Sempre PT": mais apoio interno a Washington
O coletivo “Sempre PT”, tendência partidária formada por petistas de todas as correntes, distribuiu manifesto, hoje, em que declara apoio à candidatura do vice-governador Washington Oliveira a prefeito de São Luís.
Para o “Sempre PT”, a consolidação da candidatura de Washington “pode fazer com que o partido obtenha a maior vitória eleitoral da sua história na cidade de São Luis, inclusive elegendo uma boa bancada de vereadores do PT”.
Criado no final de 2010, exatamente para dar apoio ao vice-governador,  ”para o enfrentamento da luta política e das contradições próprias geradas a partir da aliança PT/PMDB”, o Sempre PT ganhou adeptos e hoje é um dos coletivos mais influentes nas instâncias partidárias.
Para os membros do coletivo, a candidatura de Washington Oliveira reúne as melhores condições para levar o PT a uma disputa com chances de vitória na capital maranhense.
- O Sempre PT entende que o partido necessita de uma candidatura que consiga aglutinar forças políticas para além dos nossos tradicionais aliados do chamado “campo democrático-popular” - diz o documento.
A decisão sobre o candidato do PT a prefeito – além de Washington Oliveira, reivindica a vaga também o deputado Bira do Pindaré – deve sair no mês de março.
Abaixo, a íntegra do manifesto: 
MANIFESTO DO COLETIVO “SEMPRE PT” EM APOIO À PRÉ-CANDIDATURA DE WASHINGTON A PREFEITO DE SÃO LUIS
1.       O coletivo Sempre PT foi fundado com dois princípios fundamentais e históricos: a luta por um Maranhão mais justo e democrático; e a determinação de construir, no PT, um pólo interno, de esquerda, na busca por um entendimento mínimo que repactue o nosso partido no estado.
2.       Não é à toa que o coletivo Sempre PT jogou um peso fundamental no processo político em 2010, tanto do ponto de vista interno como externo.
3.       Internamente o nosso coletivo buscou oferecer  apoio político e partidário ao vice-governador eleito, Washington Luiz Oliveira, uma vez que entendeu que o companheiro precisava de um “voto de confiança” dos petistas para o enfrentamento da luta política e das contradições próprias geradas a partir da aliança PT/PMDB.
4.       Tivemos a responsabilidade de conversar com várias forças e personalidade do partido no sentido de oferecer uma contribuição que superasse as graves crises que o PT vive há tempos no Maranhão. Crises essas que, no nosso entendimento, impedem do partido crescer e obter resultados políticos e eleitorais positivos ao longo da sua história.
5.       Assim, o Sempre PT propôs, publicamente, um amplo entendimento interno no nosso partido. Uma “bandeira branca”, enfim, uma trégua interna para tentarmos construir uma nova realidade para o PT maranhense.
6.       Se por um lado o coletivo sofreu ataques e preconceitos infundados, por outro se constituiu numa força interna que já conta com simpatizantes em várias cidades do interior, sem falar em muitos companheiros de São Luis que depositaram confiança nos nossos propósitos de pacificação do partido.
7.       Nesse sentido, nos consideramos credenciados para dividir o protagonismo, junto com outras forças internas, na discussão do processo eleitoral de 2012 que, no entendimento do coletivo, é estratégico e vital para o grande embate político-eleitoral de 2014.
8.       O Sempre PT defendeu, desde o início, candidatura própria do PT para prefeito de São Luis, ao mesmo tempo em que sempre acreditou, como ainda acredita, que a reprodução da aliança nacional e local com o PMDB, deve priorizada em todos os municípios onde for possível, inclusive em São Luis.
9.       O nosso coletivo também defendeu candidaturas alternativas ao do companheiro Bira do Pindaré, cujo reconhecimento se faz necessário por ter colocado o seu nome à disposição do partido há muito tempo.
10.   Entretanto, o Sempre PT entende que o partido necessita de uma pré-candidatura que consiga aglutinar forças políticas para além dos nossos tradicionais aliados do chamado “campo democrático-popular”. Daí que o coletivo lançou, em meados de 2011, o nome do companheiro Zé Carlos do PT, bancário da Caixa Econômica Federal e deputado estadual, assim como o companheiro Bira do Pindaré.
11.   Vários movimentos e provocações foram feitos, por parte do Sempre PT, para que o deputado Zé Carlos assumisse sua pré-candidatura de forma mais clara e sistemática. Mas, lamentavelmente, o companheiro sempre resistiu declarar-se, de fato, pré-candidato a prefeito publicamente ou mesmo da tribuna da Assembleia.
12.   O PT não poderia esperar ou ficar ao reboque dos acontecimentos e dos movimentos de outros partidos que já estavam se articulando em torno de nomes com vista ao processo eleitoral de 2012. O próprio PMDB chegou a lançar o seu pré-candidato. Ressalta-se que o coletivo Sempre PT chegou a ser procurado pelo companheiro José Antônio Heluy, que também havia colocado o seu nome como pré-candidato a prefeito de São Luis.
13.  Sem querer menosprezar os nomes dos companheiros Bira do Pindaré e Zé Carlos do PT, o Sempre PT entende que, uma vez consolidada, candidatura Washington pode fazer com que o partido obtenha a maior vitória eleitoral da sua história na cidade de São Luis, inclusive elegendo uma boa bancada de vereadores do PT. É com essa convicção, que o coletivo Sempre PT vem a público manifestar total apoio à pré-candidatura do companheiro Washington a prefeito de São Luis. Temos a certeza de tratar-se de um projeto que ajudará no crescimento do partido, não somente na capital, mas em todo o estado do Maranhão.
São Luis, 30 de janeiro de 2012.
Coletivo Sempre PT

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos