Leite in natura é perigoso à saúde

Leite in natura é perigoso à saúde:


do Blogue do FREDERICO LUIZ



"A venda de leite in natura, sem o processo de pateurização é proibida de acordo com a Lei Federal N°1283 e Decreto N° 30591.



Esta lei trata da proibição da venda do leite in natura nas localidades onde existirem usinas de pasteurização que sejam equipadas, regularizadas e regidas por órgãos federais, estaduais ou municipais. Grande parte da população desconhece que o consumo do leite chamado de puro pode ocasionar várias doenças, por falta de controle sanitário, pasteurização e monitoramento das condições mínimas de higiene exigidas para sua captação, transporte e venda.





Entre as doenças que podem ser causadas pelo leite in natura está a tuberculose bovina – caso o animal ordenhado esteja contaminado, poderá transportar a doença para quem consome o leite. O professor de Química da Uema, Joaquim Júnior, afirma que ainda existem outras doenças perigosas. “Salmonelose, diarréias intensas em crianças e adultos, e isso é gravíssimo porque pode levar a óbito, fora raiva, porque já foram encontrados em leite in natura germes que causam a raiva, e meniginte, além de que a presença de listeria pode levar a mulher grávida ao aborto”.



Em visita a qualquer Latícinio de Imperatriz, é possível acompanhar o processo de pasteurização do leite. Desde a captação até o empacotamento, o leite passa por exames laboratoriais que medem o teor exato de gordura, bem como passa por aparelhos que filtram e retiram todas as impurezas. “Pelo, fezes, carrapato, sangue e pus é o que sobra após a pasteurização do leite, a soma de todas essas impurezas por dia chega a pesar até quatro quilos”, informou José Carlos, operador de máquinas de um Latícinio de Imperatriz.



As principais vítimas do leite in natura são as crianças e idosos. Ana Patrícia, médica pediatra do Socorrinho, orienta a população para investigar sempre a procedência do leite. “A gente tem que ter o cuidado pra saber de onde vem esse leite, agora quando vem pasteurizado e homogeneizado, a criança não corre risco nenhum de pegar doença”.



O que é a pasteurização?

O processo de pasteurização do leite consiste em aquecê-lo a uma determinada temperatura, por um determinado tempo para eliminar bactérias patogênicas e reduzir as deterioradoras. O processo é seguido de resfriamento, aumentando a vida útil do leite, sem alteração sensível da sua composição nutricional e sensorial.



Também pode ocorrer a homogeneização do leite, processo que consiste em passar o leite à pressão através de um aparelho semelhante a um coador com buracos muito pequenos, reduzindo então o tamanho dos glóbulos graxos, evitando portando a separação da gordura. A homogeneização serve para impedir a formação de nata no leite pasteurizado, deixando o leite mais branco, melhorando o seu aspecto e digestão.



Com informações de Rodrigo Reis

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos