Protógenes afirma que PF tenta intimidar sua candidatura a deputado

Protógenes afirma que PF tenta intimidar sua candidatura a deputado: "

do Correio de Imperatriz

Delegado afastado da PF, Protógenes


Presente no comício de Dilma Rousseff no centro de São Paulo, o delegado afastado da Polícia Federal Protógenes Queiroz (PCdoB) afirmou que foram abertos na terça-feira – primeiro dia oficial de campanha – três processos administrativos contra ele na PF. Segundo ele, trata-se de uma tentativa de intimidar sua candidatura a deputado federal.


- É uma tentativa de intimidar o registro de minha candidatura. Tentam constranger o candidato. Eles têm medo do que eu tenho a revelar da tribuna da Câmara. Mas é sem sucesso, tudo isso só aumenta mais o meu cacife – destacou.

De acordo com o candidato, existem setores da polícia que buscam agredi-lo devido a sua aproximação política com a base governista. Uma vez deputado, ele teria imunidade parlamentar e estaria protegido para falar livremente sobre suas atividades como delegado.

Segundo Protógenes, os processos administrativos se referem à suposta incitação a integrantes do MST para que invadissem propriedades do banqueiro Daniel Dantas, a uma entrevista à revista “Caros Amigos” e a “expressões dúbias” que ele teria usado em seu relatório na Operação Satiagraha, que investigou supostos crimes financeiros de Dantas e de seu grupo econômico, o Opportunity.

Protógenes está afastado de suas atividades de delegado desde que perdeu o comando da ação, em julho de 2008. O delegado foi afastado depois de entrar em choque com o comando da PF em meio a denúncias de vazamento de informações sigilosas e erros na condução das investigações.

O Imparcial
"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini