Parabéns Fortaleza! A Metrópole do Semi-árido completa 284 anos

Parabéns Fortaleza! A Metrópole do Semi-árido completa 284 anos: "

FORTALEZA é a capital do estado brasileiro do Ceará. Pertence à mesorregião Metropolitana de Fortalezamicrorregião de Fortaleza. A cidade desenvolveu-se às margens do riacho Pajeú, no nordeste do país, a 2 285 quilômetros de Brasília. Sua toponímia é uma alusão ao Forte Schoonenborch, construído pelos holandeses durante sua permanência no local entre 1637 e 1654. O lema da cidade (presente em seu brasão) é a palavra em latim “Fortitudine”, que em português significa: “força, valor, coragem”.





Foto: Fernando Braga / Fotopovo





Foto: Fernando Braga – Fotopovo





Está localizada no litoral Atlântico, com 34 km de praias, a uma altitude média de 21 metros e é centro de um município de 313,8 km² de área e 2.505.552 habitantes, sendo a capital de maior densidade demográfica do país, com 8.001 hab/km². É a cidade mais populosa do Ceará, a quinta do Brasil e a 91ª mais populosa do mundo. A Região Metropolitana de Fortaleza possui 3.655.259 habitantes,sendo a sétima mais populosa do Brasil, e a terceira do Nordeste. Em recente estudo do IBGE, Fortaleza aparece como metrópole da terceira maior rede urbana do Brasil em população. É a quarta cidade do mundo em concentração de renda e desigualdades sociais, tomando como base moradia e educação. Segundo dados do IBGE mais de 900 mil pessoas vivem com menos de R$ 1,50 reais por dia.






Foto: Alex Uchoa


Catedral Fortaleza com monumento primeiro plano_DSC5129.jpg


Foto: Alex Uchoa



Centro Cultural Dragão do Mar


Foto: Alex Uchoa



Fortaleza, tendo o 15º maior PIB municipal da nação e o segundo do Nordeste, com 24,4 bilhões de reais, é um importante centro industrial e comercial do Brasil, com o sétimomaior poder de compra do país. No turismo, a cidade alcançou a marca de destino mais procurado no Brasil em 2004, com atrações como a micareta Fortal no final de julho e o maior[12] parque aquático do Brasil, Beach Park. É sede do Banco do Nordeste, da Companhia Ferroviária do Nordeste e do DNOCS. Em 1996 a cidade ingressou no Mercado Comum de Cidades.



Teatro José de Alencar, Fortaleza, CE_0618


Foto: Alex Uchoa



Estação Ferroviária João Felipe, Fortaleza, Ceará


Foto: Alex Uchoa



Seu aeroporto é o Aeroporto Internacional Pinto Martins. A BR-116, a mais importante do país, começa em Fortaleza. Batizada de Loira desposada do Sol, pelos versos do poeta Paula Ney, a cidade é a terra natal dos escritores José de Alencar e Rachel de Queiroz, do humorista Tom Cavalcante e do ex-presidente Castello Branco. O Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (CDMAC) é atualmente o principal espaço cultural de Fortaleza, com museus, teatros, cinemas, bibliotecas e planetário.


Fortaleza é a capital do estado desde que o Ceará se tornou uma capitania independente em 1799. O bairro Cambeba abriga o centro administrativo, de mesmo nome, que concentra a sede da maioria das secretarias de governo e outras instituições administrativas. Hoje torna-se emblemático o Palácio Iracema, como é chamada a sede do Gabinete do Governador Centro administrativo Bárbara de Alencar, que historicamente foi no antigo Clube Iracema, situado na Praça dos Voluntários, então cedido para Paço Municipal (onde está instalada a Secretaria Municipal de Finanças).


Como sede do governo do estado do Ceará, Fortaleza é também sede regional de diversas instituições do governo federal, como o Banco do Nordeste e o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS). A Base Aérea de Fortaleza é um importante marco da aviação militar durante a Segunda Guerra Mundial, que, junto com a Capitania dos Portos do Ceará e o Comando da décima Região Militar, são as instituições militares presentes em Fortaleza. A Cruz Vermelha e a Unicef também estão presentes em Fortaleza.


(Por Erismar Carvalho – Crédito Alex Uchoa e Wikipédia)



"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos