Rosângela Curado fala de suas propostas para os estudantes do Colégio Dom Bosco




No colégio Dom Bosco Rosângela se reuniu com os alunos do ensino médio que votam pela primeira vez. No auditório lotado, os adolescentes esperavam ansiosos pelo momento de conhecer a candidata e de fazer perguntas sobre as suas propostas de governo. Rosângela se apresentou e falou como surgiu na sua vida a vontade de administrar Imperatriz. “Sempre trabalhei no setor público, através desse trabalho fui tomando conhecimento dos problemas das pessoas, das dificuldades na questão principalmente da saúde. E isso gerou no meu coração um desejo de fazer algo mais por essas pessoas, por isso coloquei meu nome à disposição para ser prefeita da cidade”.

No setor da saúde a candidata falou sobre a necessidade de aumentar o número de agentes que cuidam das famílias. Do fortalecimento da atenção básica nos postos de saúde que cuidam dos diabéticos, hipertensos e gestantes. Da realização de mutirões de saúde para acabar com as filas das cirurgias eletivas e das consultas com médicos especializados. Rosângela explicou para os alunos como a cidade cresceu e não desenvolveu, porque o povo não tem a qualidade de vida que é gerada através do desenvolvimento.

Os adolescentes questionaram as propostas da candidata sobre a falta de infraestrutura de ruas e praças, mobilidade no trânsito, limpeza urbana, transporte público, sistema de cotas nas universidades, presença dos camelôs nas ruas do centro da cidade, impactos ambientais da empresa Suzano e cultura local.

Todas as perguntas foram respondidas e Rosângela finalizou falando sobre a importância do voto consciente como instrumento real de exercício da cidadania e da democracia. Elogiou também a postura da direção da escola em promover o debate que foi realizado também com os outros candidatos a prefeito.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos