Monstro que comandou chacina em Zé Doca é caçado pela polícia




Luiz Teixeira Lima, conhecido como "Bida", acusado de comandar o assassinato de oito pessoas de uma mesma família no município Zé Doca, bárbaro crime que ficou conhecido como "A Chacina da Quadra Cumaru", foi beneficiado com saída temporária para passar o Natal com a família, e não mais retornou ao Presídio de Pedrinhas, onde cumpria pena de 20 anos de reclusão.


Luis Cláudio Balby, delegado regional de Zé Doca, foi informado que o foragido poderia estar transitando na região e deu inicio as buscas no sentido de recapturar o criminoso, uma equipe de investigadores da Superintendência de Polícia Civil no Interior foram enviados para intensificarem as operações em toda a região com o apoio de policiais da regional de Zé Doca.


Bida foi condenado a 20 anos de reclusão por ter comandado um grupo de adolescentes, na noite do dia 6 de janeiro de 2008, a invasão da casa de Jonas Lira de Oliveira, na Quadra Cumaru. No local o grupo matou, a facadas, Francisca Maria de Araujo Silva, 59 anos; Jonas Lira de Oliveira, 44 anos; Eudvan de Araujo Silva, 34; Ducirema de Araujo Silva, 35, Jonas Lira de Oliveira Filho, 4 anos; Brenda Geovana Silva Mousinho, 10, Silmara Silva Mousinho, 9 anos, e Mateus Silva de Oliveira , de apenas 3 anos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos