Antonio Pereira pede a UPA de Açailândia para a Vila Ildemar







O deputado Antonio Pereira (DEM protocolou indicação na Mesa Diretora da Assembleia Legislativa – já encaminhadas à governadora Roseana Sarney (PMDB) – pedindo que a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Açailândia seja construída na Vila Ildemar, uma comunidade habitada por cerca de 30 mil pessoas.



O democrata informou que a reivindicação foi feita pelos próprios moradores da Vila Ildemar à governadora Roseana Sarney (PDMB), quando a chefe do poder Executivo anunciou, durante reunião com lideranças políticas, que o governo do Estado vai construir, ainda em 2012, a UPA de Açailândia.



Antonio Pereira afirmou que a UPA foi fruto de reivindicação de sua autoria, na Assembleia, junto à governadora Roseana Sarney e ao secretário de Estado de Saúde, Ricardo Murad, que demonstraram, mais uma vez, o compromisso social e a responsabilidade com o povo da região Tocantina.



O parlamentar reconhece que a UPA é mais uma importante ação da governadora em Açailândia. Segundo ele, em dezembro de 2011, Roseana entregou a avenida Alexandre Costa, para beneficiar moradores do Residencial Tropical, da Vila Ildemar e adjacências. “Foram entregues 14 km de vias asfaltadas”, lembra.



ATENDIMENTO



O deputado adiantou que a UPA de Açailândia foi projetada para oferecer atendimento de urgência hospitalar 24 horas, de complexidade intermediária entre as Unidades Básicas de saúde e as de urgência, nas especialidades de clínica médica e pediatria.



Segundo Antonio Pereira, como as demais UPAs, a Unidade de Açailândia oferecerá, também, exames de Raio-X, eletrocardiograma (ECG), eletroencefalograma e atendimentos que vão de casos de uma simples febre e dor de cabeça, até infartos e acidente vascular cerebral (AVC).

24/02/2012 09:30 - Da Assecom/Gab. do dep. Antonio Pereira

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

“Nunca fui e jamais serei condenado pela justiça”, afirma Hildo Rocha em resposta a boatos