Polícia Civil nas Ruas realiza 60 incursões no fim de semana

Polícia Civil nas Ruas realiza 60 incursões no fim de semana


Sessenta incursões, 15 conduzidos e oito pessoas autuadas em flagrante. Esse foi o resultado dos trabalhos do programa Polícia Civil nas Ruas realizado no último fim de semana pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP). As ações tiveram como foco o combate à poluição sonora em toda Região Metropolitana de 
São Luis.

De sexta-feira (6) a domingo (8), a Polícia Civil realizou diligências em diversos bairros da capital. Entre os locais com maior número de denúncias figuram os bairros do Coroadinho e Recanto Vinhas. Neste último, apenas um bar foi citado nove vezes nas denúncias que chegaram à Polícia Civil. As áreas do Ipem São Cristovão, Cohatrac, Bairro de Fátima, Cruzeiro do Anil, Sá Viana e Planalto Pingão também foram vistoriados pela operação.

Além das ações à procura de quem infringia a Lei do Silêncio, as equipes de trabalho percorreram as praias impedindo que acontecessem “rachas” e “pegas”. Casas de show, bares, restaurantes e pontos denunciados como locais de venda de drogas também foram averiguados pela Polícia Civil.

De acordo com a delegada Edilúcia Trindade, superintendente de Polícia Civil da Capital em exercício, o número de denúncias e de autuações é reflexo da conscientização da população sobre a poluição sonora. “Tivemos uma saldo positivo durante o fim de semana. Os números mostram que o cidadão está mais atento a esse tipo de crime. A Polícia Civil vai continuar desenvolvendo ações desta natureza, visando coibir esta prática, que é responsável também por gerar outros crimes”, avaliou.

Só na sexta-feira (6), primeiro dia de trabalho, 10 pessoas foram conduzidas à delegacia. Em uma das incursões, realizada no bairro Araçagi, no bar Forrozão da Vila, a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) encontrou nas dependências do estabelecimento, 18 adolescentes. Os menores de idade foram encaminhados ao Conselho Tutelar da área. “Aliadas à poluição sonora, outras práticas criminosas, como o consumo de bebidas alcoólicas por menores e a exploração sexual, também são combatidos”, completou a delegada.

Os trabalhos foram iniciados na sexta-feira (6), às 20h, e se estenderam até o domingo (8), sempre em sistema de revezamento, contando com a participação de todos os distritos policiais da Região Metropolitana e delegacias especializadas. O Plantão de Repressão Especial de Polícia Judiciária de Repressão Qualificada à Poluição Sonora voltou a autuar proprietários de veículos que infringiam a Lei do Silêncio.

Denúncia

As denúncias podem ser feitas à Delegacia de Costumes (3214-8652 e 32148653), Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops – 190), e ainda, Disque Denúncia (3223-5800).

O plantão funciona em sistema de revezamento aos finais de semana e feriados, das 8hs às 3h (nas sextas-feiras) e por 24 horas aos sábados e domingos. Compõe as equipes de trabalho, um efetivo de policiais civis da SPCC, de todos os distritos policiais da capital e de peritos criminais da Superintendência de Polícia Técnica Científica (SPTC).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos