Maranhão Profissional: inscrições abertas para profissionais de nível médio e superior

Maranhão Profissional: inscrições abertas para profissionais de nível médio e superior








A Fundação de Amparo a Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão(Fapema), a Secretaria de Ciência e Tecnologia (Sectec) e Universidade Virtual do Maranhão (Univima) estão disponibilizando R$1.500.000,00, por meio de bolsas de extensão tecnológica, para profissionais e especialistas atuarem no Programa Maranhão Profissional. O Maranhão Profissional é atualmente o maior programa de capacitação e treinamento em vigência no país.


A ideia do Programa é promover qualificação da mão de obra local para atender às demandas dos inúmeros empreendimentos privados que estão se instalando no Maranhão. Nesta etapa, estão sendo ofertadas 28 vagas para profissionais de nível superior e 12 vagas para técnicos de nível médio, que atuarão no desenvolvimento teórico-metodológico proposto pelo Programa.


As bolsas serão no valor de R$2.500 (nível superior) e R$1.100 (nível médio) e, dentre os candidatos aprovados, poderão ser selecionados pelo Comitê Julgador profissionais para desenvolverem atividades de coordenação, prospecção e avaliação do Programa, que nesse caso receberão bolsas no valor de R$4 mil.


Para os profissionais graduados, estão sendo disponibilizadas vagas nas áreas de Comunicação Social, Pedagogia, Sistemas de Informação, Matemática, Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Civil, Filosofia, Terapia Ocupacional, Direito, Administração, Economia, Ciências Biológicas e História. Já para as vagas de nível médio, exige-se que pelo menos um dos candidatos tenha especialização em medicina do trabalho, e um seja técnico em enfermagem.


As inscrições poderão ser feitas até o dia 3 de fevereiro, com preenchimento de formulário eletrônico e entrega da documentação impressa exigida pelo edital, no site da Fapema, www.fapema.br O resultado será divulgado a partir do final de fevereiro e os bolsistas aprovados serão contratados a partir de março.


A Fapema teve um papel estratégico na execução do Programa desde o lançamento da primeira etapa, em 2011. “É por meio de editais lançados pela Fundação que foram contratados os professores para ministrar os cursos. Outro edital lançado no ano passado foi o de contratação de instrutores para o Estaleiro Escola”, disse Rosane Guerra, diretora-presidente da Fapema.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos