Zé Gerardo ganha causa de R$ 18 milhões da Volks

Zé Gerardo ganha causa de R$ 18 milhões da Volks: "



do Blog do Décio

Em primeira mão às 20h14. A Volkswagen do Brasil não dá sorte mesmo no Maranhão. Depois do imbroglio Alessandro Martins, um velho fantasma voltou a assombrar a montadora comanda por Thomas Schmall.





Zé Gerardo com bíblia debaixo do braço: R$ 18 mi


O ex-deputado José Gerardo de Abreu ganhou uma indenização milionária da Volks. Algo em torno de R$ 18 milhões. O processo é decorrente da denúncia da época da CPI do Narcotráfico, em 1999. Na ocasião, o ex-deputado foi acusado de adulterar os chassis dos ônibus de suas empresas.



Durante a CPI, ele culpou a Autolatina pelo problema. A Autolatina foi uma joint-venture formada entre a Ford e a Volkswagen nos mercados brasileiro e argentino, entre 1987 e 1996.


José Gerardo ganhou a causa e os cerca de R$ 18 milhões. Ele tem outra questão com a Caixa Econômica Federal no valor de R$ 40 milhões. Já recusou um acordo para fechar por R$ 20 milhões.


Uma de suas primeiras providências foi comprar um apartamento no Two Towers, onde curiosamente mora Alessandro Martins e muitos endinheirados do Maranhão. Um imóvel no local custa cerca de R$ 4 milhões.


Alguns desses moradores são políticos, como o prefeito Humberto Coutinho (Caxias) e o ex-deputado Remi Trinta. Agora eles estão revoltados como o novo inquilino. Muitos dizem que irão abandonar o prédio.


Em entrevista ao blog em agosto do ano passado, uma das poucas que concedeu após deixar a prisão e virar evangélico, José Gerardo afirmou: “A humanidade é podre, é ruim, é perversa. Ruim é quem não está preso”.


E completou: “Era mulherengo demais, mas passei 8 anos sem manter relações sexuais. Minha prisão foi política. Fui cassado por causa de faltas na Assembleia. Não peço o mal para ninguém. Peço, senhor o abençoe, mas faça justiça” (reveja).

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos