Refinaria do Maranhão investirá R$ 450 mi em serviços

Refinaria do Maranhão investirá R$ 450 mi em serviços: "


do blog: Maranhão Maravilha





SÃO LUÍS - Na atual fase dos serviços de terraplenagem, drenagem e acesso da Refinaria Premium I da Petrobras, em Bacabeira, o consórcio GSF – Galvão Construtora, Serveng e Fidens Engenharia necessitará comprar R$ 450 milhões em insumos e serviços. A demanda foi apresentada ontem durante encontro realizado no auditório do Sebrae Jaracati, que reuniu micro e pequenos empresários.


No encontro, que foi uma prévia da Rodada de Negócios que será realizada no período de 10 a 12 deste mês, representantes da Petrobras e do consórcio GSF apresentaram as oportunidades de negócios que serão geradas no processo de instalação da refinaria, especialmente agora, na fase de terraplenagem.


A proposta do encontro, fruto de um convênio firmado entre o Sebrae e a Petrobras é mobilizar as micro e pequenas empresas locais para que possam se habilitar como subfornecedoras ao longo da cadeia de suprimentos da refinaria.


De acordo com o consórcio GSF ao longo de toda a área de influência da refinaria são inúmeras as oportunidades na cadeia de bens e serviços que aparecem como objetos de negociação, incluindo, por exemplo, fornecimento de alimentação, materiais de construção, equipamentos, materiais de informática, vigilância e segurança, entre outros.


O diretor-superintendente do Sebrae, Manoel Pedro Castro, disse que o encontro, que aproxima a Petrobras e o consórcio GSF do empresariado local, cria oportunidades para que também as micro e pequenas que atuam nos setores do comércio, indústria e serviços, também sejam inseridas no processo de instalação da refinaria. “É inaceitável que as empresas locais não participem desse grandioso projeto”, sentenciou.


Para o presidente da Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema), Edilson Baldez das Neves, o encontro de ontem se soma a outros já realizados com o objetivo de fortalecer a participação das empresas locais nos grandes empreendimentos em instalação no estado. “Estamos imbuídos, governo, iniciativa privada e demais instituições, nesse objetivo, inserir nossas empresas na cadeia de suprimentos dos grandes projetos”, afirmou.


O representante da Petrobras, Eurico Rocha, destacou o convênio firmado com o Sebrae, que entre as 24 ações previstas, assegura a realização de rodadas de negócios na cadeia produtiva de petróleo, gás e energia, com o envolvimento das micro e pequenas empresas. Para participar das reuniões, as empresas deverão se cadastrar no site www.encontrodenegociospremium1.com.br.


"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos