Pastor e policial são cumplices no abuso sexual de crianças e adolescentes

Pastor e policial são cumplices no abuso sexual de crianças e adolescentes: "




Um pastor e um policial militar foram condenados a mais de oito anos de cadeia cada um. Segundo o Ministério Público (MPES), eles abusaram sexualmente de crianças. José Ramos da Silva Filho, 47 anos, é pastor da Igreja Pentecostal “Deus é Bom Pra Mim”. Genivaldo de Azevedo é policial militar do Espírito Santo. Porém, até que se esgotem todas as possibilidades de recurso, os dois permanecerão em liberdade.


O pastor, de acordo com os promotores, obrigou uma menina de 12 anos a fazer sexo com ele. E o policial fez o mesmo com um menino de 11 anos. Os abusos foram cometidos entre 2004 e 2008.


Os dois também agiram de forma semelhante para evitar que as vítimas denunciassem. O policial deu à criança computador, máquina fotográfica, televisão, tênis, roupas, videogame e perfume. Já o pastor deu à vítima celular, tênis, roupas e balas, e ainda prometeu uma bicicleta de presente de Natal.


Sempre que abusava da menina, José Ramos pedia que ela não contasse nada para a mãe, “pois se tratava de uma serva de Deus”. Na sentença, o juiz Luiz Guilherme Risso declara não ter dúvida dos crimes cometidos pelo pastor e pelo policial.


O pastor também foi denunciado por outras crianças. Na tarde desta sexta-feira, ele negou as acusações e disse que já recorreu da sentença. O pastor já havia sido condenado, em outro processo, a três anos de prisão por tráfico de drogas.


O policial militar também negou as acusações e recorreu da sentença.




Fonte: O Globo / Gospel+





"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini