PF faz operação em Imperatriz

PF faz operação em Imperatriz: "



do Blog do Décio

A Operação Retroação foi desencadeada nesta terça-feira pela Força-Tarefa Previdenciária do Maranhão, composta pela Polícia Federal, pelo Ministério da Previdência Social e pelo Ministério Público Federal, com a finalidade de reprimir o crime previdenciário no Estado.


A operação tem a finalidade de dar cumprimento a 18 (dezoito) mandados judiciais – 4 de prisão preventiva, 5 de prisão temporária e 09 (nove) de busca e apreensão – expedidos pela Vara Única Federal da Subseção de Imperatriz/MA, requeridos pela Polícia Federal, com parecer favorável da Procuradoria da República, executados nas cidades de Imperatriz/MA e Dom Eliseu/PA.


As investigações, iniciadas em janeiro deste ano, levaram ao desbaratamento de uma quadrilha de fraudadores composta por servidores do INSS e intermediários com atuação principalmente na cidade de Imperatriz/MA, falsificando documentos públicos (mais notadamente certidões de óbito) e declarações de exercício de atividade rural, para fins de requerimento e concessão de benefícios previdenciários fraudulentos, mais notadamente pensão por morte rural.


Estiveram envolvidos na execução da operação 47 (quarenta e sete) policiais federais, 10 (dez) técnicos deslocados pelo Ministério da Previdência Social e 02 (dois) servidores administrativos do órgão policial.


O prejuízo aos cofres da União, decorrente da concessão fraudulenta de benefícios, ultrapassa R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais), levando-se em consideração apenas os fatos apurados até o presente momento.


O título da Operação Retroação foi escolhido por se referir ao modus operandi da quadrilha, que na maioria das vezes retroagia a data do óbito para fins de auferir efeitos financeiros retroativos em valor vultoso quando do saque da primeira parcela da pensão por morte obtida fraudulentamente.


(As informações são da Polícia Federal).

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini