Para especialistas, uma semana é suficiente para Tiririca se alfabetizar

Para especialistas, uma semana é suficiente para Tiririca se alfabetizar: "


do Correio de Imperatriz

O movimento anti-Tiririca, que começou na reta final das eleições em São Paulo, ganhou força ontem. Everardo Oliveira Silva, o palhaço Tiririca (PR-SP), deputado federal mais votado nas eleições de domingo, com 1.353.820 votos, tem até a próxima quarta-feira, 13, para provar que é o dono da caligrafia escrita no documento que pede o registro de candidatura protocolado no Tribunal Regional Eleitoral paulista (TRE-SP). Se o documento foi manuscrito por terceiros, o palhaço terá a candidatura impugnada e ele não será diplomado. “Ele ainda poderá pegar até cinco anos de prisão por falsidade ideológica”, diz o promotor Maurício Ribeiro Lopes, autor da denúncia. A lauda foi encaminhada ao Instituto de Criminalística de São Paulo para perícia, mas ainda não há resultados.


Se for mesmo analfabeto, Tiririca ainda tem tempo para evitar a impugnação de sua candidatura. Em pouco mais de uma semana, segundo especialistas da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), não é impossível aprender a ler e a escrever, dependendo do histórico do estudante. Para a professora Maria Lúcia Castanheira, é muito difícil que alguém que viva em um centro urbano não tenha noção da escrita e da leitura. “Dependendo do interesse dele, Tiririca pode fazer uma imersão e aprender a ler e a escrever, considerando que é uma pessoa adulta e que se inseriu no mercado de trabalho”, afirmou.


A educadora Dayse Cunha tem um ponto de vista similar e disse não acreditar que Tiririca “seja analfabeto de tudo”. Para ela, entretanto, a questão deve ser avaliada de outro ponto de vista, o dos direitos políticos. “Nós lutamos anos para que os analfabetos pudessem votar. Por que eles não podem também ser eleitos?”, acrescentou.


Para alguns pedagogos, a tarefa de Tiririca vai ser dura. Segundo a professora Gladys Rocha, dependendo do nível de alfabetização do palhaço, é possível que ele seja treinado, por exemplo, para escrever uma carta no prazo estipulado pela Justiça Eleitoral. “Mas, se não tiver nenhuma noção de leitura e de escrita, é impossível que ele seja alfabetizado em pouco mais de uma semana”, disse.


O Correio entrou em contato com a assessoria de Tiririca, que informou que o deputado está descansando em Fortaleza. Um parente dele, que não quis se identificar, garante que o humorista não é 100% analfabeto e que ele consegue fazer um ditado e também escrever. No entanto, pelo sim, pelo não, Tiririca está recebendo aulas de leitura em tempo integral, pagas pelo PR.


Segundo a Procuradoria Regional Eleitoral de São Paulo, três testemunhas foram ouvidas ontem. Duas dessas testemunhas são produtores do programa que Tiririca tinha na TV Record. Eles ajudavam o humorista a decorar os textos que ele tinha que falar no programa. Para isso, esses profissionais liam repetidamente as falas até que o palhaço as decorasse.


Correio Braziliense

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos