Maranhão rejeitou a turma oposição.

Maranhão rejeitou a turma oposição.: "



do blog Maranhão Maravilha


O eleitor maranhense fez uma limpeza geral!!! Simplesmente mandou para o lixo Jackson Lago e sua trupe, como Aziz Santos, Weverton Rocha, Julião Amim, Edivaldo Holanda, Aderson Opera Prima Lago, Roberto Rocha, Edson Vidigal, Pavão Filho, Telma Pinheiro, Rubem Brito e até a “atriz de filmes proibidos para menores de 18 anos”, a cabeça chata Aline. Mandou também Zé Reinaldo, Flavio Dino e Alexandra Tavares. Tá tudo dominado.


O maranhense disse um NÃO bem grande à oposiçao, além de eleger a todos do grupo Sarney, fez uma faxina geral na casa e tirou praticamente todos da oposição.


O Maranhão teve também o maior índice de rejeição do país, ou seja, eleitores que não aceitavam o grupo Sarney da mesma forma que não aceitavam essa oposição. Essas pessoas demonstraram que querem mudança, mas nao para pior, preferiram deixar como está.


O Maranhão agradece!!!



Roseana foi vencedora em 85% dos municípios



Marco Aurélio D’Eça

Da editoria de Política



A governadora reeleita Roseana Sarney (PMDB) foi a primeira colocada em 85% dos municípios maranhenses nestas eleições - são 185 dos 217 colégios eleitorais em que ela teve a maioria dos votos. Em outros 32 municípios, a governadora ficou em segundo lugar. Nessas cidades, Jackson Lago (PDT) venceu em 18 e Flávio Dino em apenas 14. A candidata do PMDB foi eleita em primeiro turno, com 50,08% dos votos, seguida do comunista (29,49%) e do pedetista (19,54%). Nenhum dos outros concorrentes teve votos suficientes para vencer em algum município.

Roseana Sarney também foi a campeã de votos nos 12 maiores colégios eleitorais do estado, vencendo, inclusive, em São Luís. Além da capital, ela ganhou em Açailândia, Bacabal, Codó, São José de Ribamar e Paço do Lumiar. Jackson recebeu mais votos em Imperatriz, Timon e Pinheiro. Flávio Dino, por sua vez, foi o primeiro colocado em Santa Inês, Balsas e Caxias.





A governadora reeleita obteve a maior votação proporcional em Santana do Maranhão, onde atingiu 91,62% dos votos válidos. Jackson Lago, por sua vez, teve a maior votação nominal em Imperatriz, com mais de 86 mil votos, uma diferença de quase 70 mil votos para a segunda colocada.





Capital - São Luís teve importância fundamental na eleição de Roseana. Com 668.201 eleitores, a capital maranhense é o maior colégio eleitoral do estado. A governadora obteve 215.791 votos, o equivalente a 43,24% dos 499.012 votos válidos. Para efeito de comparação, é quase o dobro do total de votos que o segundo colocado na disputa, Flávio Dino, obteve nos 14 municípios em que ele venceu a eleição.



A Ponderar



A turma que segue o pedetista Jackson Lago e os tucanos Roberto Rocha e Edson Vidigal vai ter de se desdobrar atrás de votos para José Serra. A explicação é que o Maranhão foi o estado onde Dilma Rousseff deu a maior surra de votos no tucano: 70,55% contra 15,09%. Dilma recebeu 2.079.650 de votos e Serra 444.145.


Foram também expressivas as surras de votos dadas pela peemedebista Roseana Sarney (1.459.729 votos) no comunista Flávio Dino (859.402) e no pedetista Jackson Lago (569.412). A vantagem de Roseana sobre Dino foi de exatos 600.390 votos. Já em relação a Lago ela impôs 890.380 votos. Não há como discutir a vitória eleitoral e política da governadora.


Vereadores destacam apoio de SL



Mario Carvalho

Da editoria de Política



O presidente da Câmara de São Luís, Isaías Pereirinha (PSL), disse ontem que o apoio de 17 dos 21 vereadores da Casa foi fundamental para que a governadora Roseana Sarney (PMDB) fosse reeleita com uma expressiva votação na capital maranhense.





Roseana obteve 43,24% dos votos em São Luís, o que corresponde a 215.791 votos, ficando com mais de 600 mil votos à frente do segundo colocado, o candidato derrotado Flávio Dino (PCdoB). Segundo Pereirinha, foi um trabalho árduo, organizado e feito conjuntamente com mais 31 entidades estudantis da capital.





“Foi o trabalho de um conjunto de pessoas que predominou nesta eleição. Em 2006, Roseana obteve 8,9% de votos em São Luís e agora ela foi para 43,24%. Isso é o mais claro sinal de que a nossa entrada na campanha ajudou a governadora a se reeleger em São Luís, fato que foi determinante para sua vitória no pleito”, declarou.





Para o vereador Sebastião Albuquerque (DEM), a vitória da governadora foi consagradora em São Luís. “Nós, que sempre estivemos ao lado da Roseana, ficamos muito satisfeitos. Primeiro, porque a Câmara Municipal resgatou com ela uma dívida, pois nós somos prova de que a Casa nunca deu tanto apoio a alguém do grupo Sarney como desta vez. Esperamos que São Luís continue a crescer e que ela nós dê apoio para trabalhar em prol do desenvolvimento da cidade”, disse.





Francisco Carvalho (PSL) considerou que a Câmara exerceu o papel primordial de conscientizar a população de que ela era a melhor candidata para São Luís e para o interior do Maranhão. “Nesse sentido, conseguimos fazer com que ela vencesse as eleições na capital, o que acabou sendo fundamental para que a vitória dela se concretizasse logo no primeiro turno”, ressaltou.
"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos