Maranhão é campeão de abstenção no país

Maranhão é campeão de abstenção no país: "



do Blog do Décio

Com quase um quarto de eleitores que não foram às urnas, o Maranhão liderou o índice nacional de abstenções no pleito deste ano. A marca de 23,97% é mais de dez pontos percentuais superior aos 13,98% de Roraima, que aparece exatamente no outro polo da lista. A média nacional foi de 18,12% ou cerca de 24,6 milhões de brasileiros. O número das eleições passadas, em 2006, ficou um pouco menor do que agora: 16,75%.


Roseana é cumprimentada por eleitores após votar


Um dos fatores que levou a essa alta abstenção foi a questão dos transportes. É tradição no Estado, com várias localidades de difícil acesso, os políticos oferecerem condução para as pessoas no dia da eleição.


No entanto este ano o Ministério Público Eleitoral e o candidato derrotado Flávio Dino (PCdoB) recorreram ao TSE para derrubar decisão da Corregedoria Eleitoral liberando o transporte. O comunista tomou a medida acreditando que este eleitor era justamente da adversária Roseana Sarney (PMDB). Com isso, ela perderia votos – como perdeu – e a eleição iria para o segundo turno. “Estamos só querendo que a lei, de 1974, seja cumprida”, desconversou ele domingo.


O ministro Aldir Passarinho Júnior atendeu o pedido alegando que, conforme a legislação, o TRE deveria ter tomado a providência há um mês através da criação de uma comissão específica. Depois liberou o transporte nas localidades onde os juízes eleitorais haviam criado a comissão dentro do período correto.


Veja, abaixo, o ranking completo:


1º Maranhão – 23,97%

2º Acre – 22,71%

3º Alagoas – 22,11%

4º Bahia – 21,56%

5º Rondônia – 21,51%

6º Pará – 21,18%

7º Mato Grosso – 20,96%

8º Ceará – 20,05%

9º Amazonas – 20,03%

10º Piauí – 19,83%

11º Pernambuco – 19,41%

12º Tocantins – 18,49%

13º Paraíba – 18,48%

14º Minas Gerais – 18,43%

15º Mato Grosso do Sul – 18,13%

16º Goiás – 17,97%

17º Espírito Santo – 17,40%

18º Rio de Janeiro – 17,37%

19º Sergipe – 16,87%

20º Paraná – 16,46%

21º São Paulo – 16,44%

22º Rio Grande do Norte – 16,37%

23º Distrito Federal – 15,44%

24º Amapá – 14,88%

25º Rio Grande do Sul – 14,86%

26º Santa Catarina – 14,03%

27º Roraima – 13,98%


(Com informações da Folha de S. Paulo).

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini