Maioria no PSDB não quer Roberto Rocha no comando da candidatura de Serra no Maranhão

Maioria no PSDB não quer Roberto Rocha no comando da candidatura de Serra no Maranhão: "



do Blog do Cardoso

O deputado federal e candidato derrotado ao Senado, Roberto Rocha, concedeu entrevista coletiva ontem na sede do partido.


Ao contrário das vezes anteriores, ontem ele esteve praticamente sozinho. É que a maioria dos membros da cúpula e quase toda a base não digerem mais Roberto Rocha.


O parlamentar é acusado de ter servido aos interesses da família Sarney nesta última eleição, inclusive de ter feito campanha casada com Roseana Sarney e Dilma Rousseff em vários municípios.


O mais grave: de impedir a eleição de um tucano para favorecer um roseanista na chapa para deputado estadual do PSDB.


Sempre que os candidatos a deputado pela sigla tucana perguntavam a Roberto Rocha, que se arvora dono do partido, quem era um tal de André Ribeiro que fora escrito de última hora como postulante, o parlamentar dizia que era uma figura sem nenhuma expressão.


Os candidatos Aderson Lago e Edivaldo Holanda, este último também da mesma coligação, descobriram que André Ribeiro era Fufuquinha, filho do deputado estadual Fufuca Dantas, ex-secretário de Minas e Energia, fazendeiro, dono de usinas de arroz, ex-prefeito de Alto Alegre do Pindaré e roseanista roxo.


Todos foram pra cima de Roberto Rocha, que também é tio de Fufuquinha. Reclamaram que o sobrinho poderia tirar a vaga de um candidato verdadeiramente da oposição.


Rocha, com aquele tom professoral, convenceu a todos que Fufuquinha não teria mais que 10 mil votos, ajudando a coligação como bucha.


Após as urnas abertas, Fufuquinha bombou e tirou a vaga de um verdadedeiro oposicionista, amigo pessoal da família de Roberto Rocha, deputado Edivaldo Holanda.


Enquanto a oposição perde um bravo deputado, a bancada de Roseana Sarney ganha mais um membro. Holanda ficou na primneira suplência por uma diferença de 120 votos.

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos