Choro de vascaíno: Jackson Lago e Flávio Dino tentam anular votação para forçar segundo turno

Choro de vascaíno: Jackson Lago e Flávio Dino tentam anular votação para forçar segundo turno: "



DO BLOG DECIO.

Os candidatos derrotados Jackson Lago (PDT) e Flávio Dino (PCdoB) fizeram um pedido hoje ao TRE cujo objetivo é anular os votos de algumas seções com vistas a forçar a realização do segundo turno.


Jackson e Flávio Dino são como o Vasco: sempre vice
O pedetista e o comunista solicitaram o acesso ao logs de todas as urnas. Os logs são dispositivos que permitem ao candidato saber todas as informações da urna, como por exemplo que hora o eleitor votou. A Justiça Eleitoral não permite a recontagem de votos.

Como a abstenção do Maranhão foi recorde no país (23,97%), eles querem saber se em alguma seção eleitoral houve muitos votos após às 17h, principalmente em redutos onde a governadora Roseana Sarney (PMDB) foi bem votada. Isso poderia caracterizar algum tipo de fraude – quando na ausência do eleitor os mesários e presidentes de mesas votam porque quem não compareceu.

Caracterizado esse fato, eles iriam atrás do eleitor para verificar se ele votou ou não. Em caso positivo, pegariam o depoimento desta pessoa para embasar uma futura impugnação da votação naquela seção. Como a diferença pró-primeiro turno foi de pouco mais de 4 mil votos, seriam necessários poucas seções para anular a eleição nestas urnas, forçando o segundo turno.

O problema é que este tipo de fraude só é possível com a conivência de fiscais das coligações e principalmente dos representantes da Justiça Eleitoral (mesários e presidentes de mesa). O candidato majoritário dificilmente toma conhecimento deste tipo de fraude. Mas como Jackson já afirmou que a Justiça Eleitoral é um “balcão de negócios” pode ser que aconteça.

Bem que Flávio Dino poderia começar essa verificação por Matões e Caxias. Em Caxias, o prefeito Humberto Coutinho (PDT) tem sua eleição contestada por mais de 20 ações. Muitas delas acusado de fraudar o processo eleitoral.

Já em Matões, do deputado imberbe Rubens Jr. (PCdoB), Roseana venceu a eleição com diferença de aproximadamente 1.500 votos do comunista. Será que houve fraude lá também?
"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini