A chantagem covarde e criminosa das religiões no Brasil

A chantagem covarde e criminosa das religiões no Brasil: "


do Marco Aurélio D'Eça


Pressionado por católicos, Serra se submete a expressar uma fé que não faz pate do seu dia-dia


Os presidenciáveis José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) estão acuados. Parecem até disputar não a eleição presidencial, mas a condição de honorável conservador medieval.


Tudo para agradar a canalha religiosa – católica e evangélica - que há muito manipula as instituições oficiais em nome de seus interesses mesquinhos e covardes.


Incapazes de convencer o jovem moderno, intelectualizado e esclarecido dos seus argumentos obscurantistas e inúteis, estas religiões querem obrigar o Estado a fazer isso por eles.


Com medo da fuga dos votgos de cabtresto dos evangélicos, Dilma se obriga a rever as próprias convicções


E seus líderes – muitos sem a menor condição moral de se apresentar publicamente – usam as práticas de chantagem mais criminosas para acuar a classe política.


Manipuladores da fé, estes líderes ameaçam com o que de mais importa aos político: o voto. De cabresto, nos currais religiosos espalhados Brasil a fora.


Aborto, união civil de homossexuais, células-tronco são questões de saúde pública e desenvolvimento, não de Religião.


Se os líderes religiosos não têm capacidade para convencer a jovenzinha do dogma de manter-se pura até o casamento – muitas delas aliciadas por eles próprios – não é o Etado que vai fazer isso por eles.


Estes líderes religiosos usam os temas apenas para negociar benefícios, trocando apoios por trinta dinhheiros.


Já passa da hora de dar um basta nesta canalha religiosa, que enriquece a cada campanha em detrimento do avanço tecnológico e cultural – usando como argumento ameaças espirituais sem sentido e manipulando incautos levados pelo medo à crença nestas bobagens.


O mesmo medo que faz Serra e Dilma se curvarem diante destes mercadores da fé…


"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini