Carreatas, caminhadas e reuniões políticas marcam a reta final da campanha

Carreatas, caminhadas e reuniões políticas marcam a reta final da campanha: "



Os três últimos dias de campanha dos candidatos a presidente da República, Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB), no Maranhão serão marcados por caminhadas, carreatas e reunião com prefeitos e lideranças. A coordenação da campanha da petista investe em atos políticos simultâneos em várias cidades do Maranhão para alcançar o maior número de eleitores. Já o grupo pró-Serra programou uma passeata pelo centro de São Luís para encerrar a mobilização tucana.

A partir de hoje, as coordenações locais de campanha dos dois candidatos à Presidência da República intensificam as atividades políticas no Maranhão. Os aliados de Dilma Rousseff investem na estratégia de descentralizar os atos de campanha para alcançar os eleitores de todos os municípios do estado.

Segundo o vice-governador eleito, Washington Oliveira (Foto), essa é a maneira de tentar diminuir o índice de abstenção registrado no primeiro turno, cujo percentual foi superior a 23%. “Vamos continuar fazendo caminhadas, carreatas e encontro com prefeitos e lideranças de todas as cidades maranhenses porque nosso foco é descentralizar a campanha movimentando todos os nossos aliados para que incentivem a população a votar. Dessa forma, pretendemos diminuir o percentual de abstenção”, explicou.

Atividades - Na programação da campanha pró-Dilma, acontecerá carreata hoje à noite nos bairros Parque Shalom, Cohajap, Cohaserma, Cohama, Vinhais e Cohafuma. Amanhã, haverá caminhada e carreata nos bairros Maiobão, Liberdade e Monte Castelo. O vice-governador eleito vai reunir lideranças políticas em Caxias e Santa Inês de hoje até sábado, pedindo o empenho de todos para reduzir a abstenção e ampliar a votação em Dilma.

Já o movimento pró-Serra encerrará a campanha tucana em São Luís amanhã à tarde com uma caminhada pelo Centro de São Luís. O ato está sendo organizado pelo movimento de mulheres do PSDB. De acordo com Gardênia Gonçalves, ex-prefeita de São Luís, a passeata terá início na Praça Benedito Leite, passará pela Praça João Lisboa, subirá a Rua Grande e será encerrada na Praça Deodoro. “Esse encontro é para todos os simpatizantes e eleitores que querem ver José Serra na Presidência da República”, afirmou ela.

Vereadores defendem Dilma
O presidente da Câmara de São Luís, Isaías Pereirinha (PSL), garantiu que o grupo de 17 vereadores que apoiou a reeleição da governadora Roseana Sarney (PMDB), no primeiro turno, mantém-se unido até o fim deste segundo turno aliado à campanha da presidenciável Dilma Rousseff (PT).

Ele destacou não ter dúvidas da vitória da candidata petista, por entender que ela será essencial para a preservação do modelo econômico adotado pelo presidente Lula e que trouxe grandes benefícios da população do Nordeste, em especial do Maranhão.

“Estamos continuando o mesmo trabalho desenvolvido na reeleição da governadora e nesse momento, estamos ratificando o nosso apoio à candidata Dilma. Sabemos que a governadora Roseana Sarney, eleita no primeiro turno, precisará de uma base muito forte e que passa pela vitória da Dilma. Portanto, estamos engajados mais do que nunca para que a eleição seja definida agora, no segundo turno”, declarou o presidente Pereirinha.

Ataques - Com relação às ultimas pesquisas que revelam a superioridade da candidata petista contra o candidato José Serra (PSDB), Pereirinha disse que os percentuais mostram as evidencias de que Dilma será a primeira mulher presidente do Brasil.

“A política de ataque que está sendo feito pela oposição pode ser considerada rasteira. Costumo dizer que não se bate em mulher nem com uma flor, e a hora que você pega um grupo de pessoas e agride uma mulher, da maneira como estão fazendo, atingindo a sua honra e a sua moral, ninguém aceita mais esse tipo de provocação”, ressaltou Pereirinha.

O presidente da Câmara Municipal afirmou que logo no início da campanha do segundo turno Serra chegou até a encostar nos percentuais de intenções de votos, divulgados pelas pesquisas. “Depois que sua coordenação de campanha passou a utilizar a estratégia de bater na candidata petista, a diferença só fez aumentar, o que mostra que ninguém mais aceita este tipo de política rasteira.

Pelo que se pode ver a política utilizada pelo PSDB será um fracasso”, enfatizou Pereirinha.

Do Jornal O Estado do Maranhão - Mario Carvalho/Carla Lima
"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos