Vidigal dá ‘piti’ e agride assessora de Roberto Rocha

Vidigal dá ‘piti’ e agride assessora de Roberto Rocha: "



do Blog do Décio

Até quem viu não acreditou. O candidato a senador Edson Vidigal (PSDB) deu o maior vexame durante evento promovido pela coligação o Povo é Maior, na tarde deste domingo, no Ícaros Eventos, no bairro do Ivar Saldanha.


O “piti” do candidato aconteceu depois que percebeu que a equipe que gravava o evento não fazia imagens sua e a reportagem não o procurava para falar. Acontece que equipe de produção não era da coligação, mas sim do outro candidato a senador da aliança, o também tucano Roberto Rocha.


O ex-ministro não quis saber e começou a ofender primeiramente o cinegrafista. Depois partiu para cima da “balaia” Elizabeth Macedo, ex-assessora da Secom no governo Jackson Lago (PDT).


“Isso é molecagem tua. Você não gravou a minha intervenção, ficou apenas gravando a fala de Roberto Rocha. O que é isso? Todos sabem que Roseana vota em Roberto”, disparou um Vidigal totalmente transtornado.


O cinegrafista ainda tentou acalmar o ex-presidente do STJ, mas Vidigal ficou ainda mais furioso quando o profissional disse “calma senador, será que até para agredir você também escolhe primeiro as mulheres?”


O cinegrafista, conhecido apenas como Marcelo, fazia referência à “balaia” Elizabeth Macedo, que está trabalhando na campanha de Roberto Rocha. Ela foi duramente agredida verbalmente pelo candidato.


No auge de sua fúria, Vidigal jogou uns CD’s contra o rosto da ex-assessora da Secom, que não se conteve e prometeu dar queixa contra ele e tentar enquadrá-lo na Lei Maria da Penha.


O “piti” de Vidigal foi acompanhado o tempo tudo pelos olhares apavorados da primeira-dama de São Luís, Gardênia Castelo, e da esposa do candidato ao governo Jackson Lago, Clay Lago, além do prefeito João Castelo (PSDB). Ele teria cochichado no ouvido de um assessor: “esse homem é um louco”.


O curioso é que na semana passada, ele fez um programa dedicado às mulheres denunciando justamente a agressão que elas sofrem. Além disso, tem feito discursos no horário eleitoral e no interior dizendo que será o “advogado das mulheres” no Senado (veja aqui).


E Eurídice, a ex-secretária de Segurança Cidadã e mulher do ministro aposentado, o que acha disso?

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos