Recordar é viver: corrupção deixou crianças de Caxias sem merenda

Recordar é viver: corrupção deixou crianças de Caxias sem merenda: "


do Blog do Décio


Para Flávio Dino, Humberto Coutinho é um prefeito "honesto"


Durante o debate desta terça-feira, o candidato Saulo Arcageli (PSOL) desmontou o candidato Flávuio (PCdoB) ao mostrar sua ligação com o prefeito de Caxias, Humberto Coutinho (PDT). Na ocasião, revelou que a sáude do município é comandada pela fundação do prefeito. O comunista já declarou por várias vezes que o pedetista é um aliado “leal”, honesto” podendo vir a seu “copiloto” numa futura administração.


Se voltasse um pouco mais ao passado, o candidato do PSOL lembraria de uma matéria do programa “Fantástico” de 2008 mostrando que por conta da corrupção na administração municipal, as crianças caxienses não tinham merenda. Levavam de casa sala, farinha e óleo para poder lanchar.


Enquanto isso a prefeitura comprava 22 toneladas de carne. Detalhe: as crianças estavam em férias e a carne tinha de ser consumida em até 60 dias.A nota fiscal da compra da carne está em nome de José Cardoso da Silva, conhecido como Zé do Bode. Zé do Bode é funcionário da Frical, o matadouro e o frigorífico que pertence a Antônio Apolônio, que vem a ser pai do presidente da Câmara dos Vereadores de Caxias.


A reportagem denuncia ainda que antes de se tornar prefeito de Caxias, o então deputado estadual Humberto Coutinho construiu um centro particular de saúde. O centro tinha o único serviço de tomografia computadorizada de Caxias. o governo do Estado comprou do deputado o centro, para transformá-lo em Hospital Universitário. Depois de ter vendido o centro, Humberto Coutinho construiu um dos maiores hospitais particulares do interior do Maranhão. O centro que virou Hospital Universitário nunca foi utilizado pelos estudantes e o tomógrafo sumiu. Um hospital que custou R$ 4,2 milhões ao contribuinte do Maranhão virou um monte de entulho, camas destruídas, leitos empilhados e equipamentos desaparecidos. Procurado pelo Fantástico, o governo do estado afirma que haverá obras e reformas no local.


A reportagem termina assim. “Em Caxias, falta merenda escolar e sobra laranja, que não mata a fome desses brasileirinhos.” É realmente fantástico!


Leia aqui a reportagem completa no site do próprio Fantástico ou clique abaixo para assistir:


"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos