Lista de federais praticamente fechada, mas ainda há espaço para mudanças

Lista de federais praticamente fechada, mas ainda há espaço para mudanças: "



Faltando 23 dias para as eleições, a disputa por vagas na Câmara Federal está praticamente fechada.


Em termos de partidos e coligações, apenas uma pendência: a aliança formada por PTdoB, PSL e outros pequenos partidos elegerá um deputado? Se a resposta for não, esta vaga deverá aumentar o número de eleitos pelo chapão roseanista, o campeão de votos.


A chapa formada por PMDB. DEM, PTB, PSC, PR, PRB, PP, PT e PV elegerá, certamente, 12 parlamentares. Entre os mais votados estão Sarney Filho (PV), Gastão Vieira (PMDB), Luciano Moreira (PMDB), Pedro Fernandes (PTB), Waldir Maranhão (PP), Pedro Novais (PMDB), Nice Lobão (DEM) e Sétimo Waquim (PMDB).


No segundo grupo aparecem Costa Ferreira (PSC), Cléber Verde (PRB) e a grande surpresa da terceira prévia do blog: Alberto Filho (PMDB), de Bacabal. Sobraria uma ou duas vagas disputadas por um contingente equilibrado, que inclui Davi Alves Filho (PR), Domingos Dutra (PT), José Vieira (PR), Chiquinho Escórcio (PMDB), Ricardo Archer (PMDB), Raimundo Monteiro (PT), Antonio Bacelar (PV) Rodrigo Comerciário (PT) e Paulo Marinho Júnior, não necessariamente nesta ordem.


Se a chapinha roseanista atingir o quociente eleitoral em torno de 170 mil, garantirá uma vaga, diminuindo a do chapão. Disputam esta vaga Fernando Palácio (PSL), Lourival Mendes (PTdoB), Welington do Curso (PTdoB), Jônatas Freitas (PTdoB) e uma provável surpresa, conhecida por Lino.


As outras cinco ou seis vagas seriam divididas entre as coligações oposicionistas. A de Jackson Lago, formada por PDT/PSDB/PTC deve eleger Pinto Itamaraty e Carlos Brandão (ambos do PSDB). A novidade nesta chapa é Edivaldo Holanda Júnior (PTC), que cresceu nesta reta final e deve superar os adversários.


Apenas no caso de a aliança jackista eleger quatro – algo muito difícil – é que se abririam as possibilidades para os pedetistas Julião Amin e Weverton Rocha – este último perdeu fôlego na reta final.


Se os tucanos pedetistas elegerem três, a chapa de Flávio Dino (PSB/PCdoB e PPS) elege apenas um: Ribamar Alves (PSB). Se houver uma segunda vaga, a disputa ficará entre Simplício (PPS), Altemar Lima (PPS), Alexandra Tavares (PSB), Maurício Almeida (PSB) e Tati Palácio (PCdoB).


O fato é que nesta lista, de uma forma ou de outra, estão os futuros 18 deputados federais maranhenses…


do blog: Marco Aurélio D'Eça



"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos