Jackson e Flávio Dino planejam palanque duplo

Jackson e Flávio Dino planejam palanque duplo: "

O blog do Itevaldo Júnior informa o seguinte: “Os candidatos a governador Jackson Lago (PDT) e Flávio Dino (PCdoB) acertam as agendas para terem uma conversa ao pé do ouvido. O comunista recebeu ontem o aceno de que Jackson quer conversar.


O recado chegou a Flávio Dino durante um almoço na casa de um deputado estadual da coligação dinista, ontem à tarde. A última conversa entre o candidato comunista e o pedetista ocorreu em maio deste ano.O emissário do recado de Jackson não adiantou a Flávio o teor da conversa. Jackson aguarda uma decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre um Recurso Ordinário em que discute o registro da sua candidatura.


Jackson e Flávio já haviam combinado a troca de apoio num eventual segundo turno contra a candidata do PMDB, Roseana Sarney. O que Jackson quer conversar com Flávio Dino? Indagavam correligionários da aliança PCdoB, PSB e PPS após o aceno do pedetista”, diz Itevaldo.


Acho que descobri o mistério. Fui informado semana passada que o pedetista e o comunista programam na reta final da campanha a realização de comícios juntos onde um pediria voto ao outro. Seriam realizados em São Luís e Imperatriz. A articulação vem sendo comandada pelo ex-secretário Aziz Santos (Planejamento) e o ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB).


O grupo de Aziz, que havia definido o primeiro voto em Edson Vidigal e liberado o segundo voto em Roberto Rocha (ambos do PSDB), fechou com José Reinaldo. Para o plano dos dois palanques dá certo, o ex-governador está tentando retirar o principal empecilho do caminho: o assessor Márcio Jerry.


Em conversas reservadas, Jerry tem dito ser contraditório o comunista se apresentar como o novo na política e aceitar este tipo de articulação. Teme que Flávio Dino possa sofrer o efeito “Orloff”: ser em 2010 o que Roberto Rocha foi em 2002.


do Blog do Décio


"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos