Flávio Dino tentou convencer Jackson a renunciar

Flávio Dino tentou convencer Jackson a renunciar: "

Da coluna Estado Maior, de O Estado Maranhão:


Movido pela pretensão de tornar-se o único adversário da governadora Roseana Sarney, na corrida ao Palácio dos Leões, o candidato do PCdoB, Flávio Dino, jogou uma cartada equivalente a “tudo ou nada”: foi pessoalmente, ontem de manhã, conversar com Jackson Lago (PDT) sobre a eleição maranhense.


Na conversa, invocou sua condição de ex-juiz federal e usou todos os argumentos jurídicos ao seu alcance para convencer Jackson Lago da insegurança jurídica da sua candidatura. Lago ouviu atentamente a catilinária contra sua candidatura e, quando foi a sua vez de falar, disse em tom inteligível, para que não restasse nenhuma dúvida: sua candidatura foi registrada pelo TRE, sua campanha está em pleno andamento e não há qualquer possibilidade de ele vir a sequer pensar em renúncia.


A reação de Lago foi tão contundente que deixou o comunista desarmado, sem condições para insistir no assunto. Diante da negativa de Jackson Lago, a turma de Flávio Dino partiu para o ataque. Duas horas depois da conversa, os sites de relacionamentos começaram a receber duras mensagens do comunista contra o candidato do PDT. Algumas reações chegaram às raias da grosseria pura. E pedetistas prometem dar o troco.


Vale registrar que as redes sociais na internet têm sido usadas por agentes do comunista para atacar não apenas Jackson Lago, mas também a governadora Roseana Sarney (PMDB). De forma agressiva e covarde, sempre escondidos em pseudônimos, atacam os adversários do chefe num jogo de baixo nível sem precedentes. Enquanto isso, o candidato vende a imagem de bom moço nos programas eleitorais.

"

do Blog do Décio

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos