Escutec processa Zé Reinaldo

Escutec processa Zé Reinaldo: "

Do Blog de Daniel Matos:


Zé Reinaldo foi acionado na justiça


A Escutec Pesquisas de Mercado e de Opinião Ltda. ajuizou ação na 1ª Vara Cível de São Luís contra o ex-governador e candidato a senador José Reinaldo Tavares (PSB) por causa de declarações dadas por ele ao Jornal Pequeno, publicadas em 25 de julho, sobre uma pesquisa feita pelo instituto e divulgada por O Estado Maranhão.


Em entrevista ao matutino do clã Bogéa, Zé Reinaldo acusou a Escutec de manipular os números do levantamento das intenções de voto para o Senado, no qual ele apareceu em terceiro lugar na disputa, com 26,5%, atrás dos peemedebistas Edison Lobão (51,2%) e João Alberto de Souza (29%).


Inconformado com o resultado, o ex-governador tentou desqualificar os números apurados no levantamento. Em um dos trechos da entrevista, publicada sob o título “José Reinaldo pede cautela em avaliação de pesquisa”, ele chegou a insinuar que o instituto não age com o “cuidado técnico necessário para com as pesquisas eleitorais”.


Em carta publicada no Jornal Pequeno, dois dias depois, o diretor da Escutec, jornalista Fernando Júnior, afirmou que o candidato fez “insinuações desairosas a nosso respeito”. Mais adiante, Fernando diz: “consciente da competência e da seriedade com que trabalha, não só deseja contestar as declarações do ex-governador, agora candidato a senador, como anuncia disposição de interpelá-lo judicialmente, para que confirme em juízo o teor das declarações e das graves acusações contra nós formuladas” (reveja).


A última movimentação do processo se deu em 19 de agosto . Na resenha publicada no site do Tribunal de Justiça do Maranhão consta a expressão “conclusos para despacho/decisão”(reprodução acima). O juiz do caso é Josemar Lopes Santos.

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos