Disputa pelo 2° turno divide oposição no Maranhão

Disputa pelo 2° turno divide oposição no Maranhão: "



Por Wilson Lima, iG Maranhão


A possibilidade cada vez maior de um segundo turno nas eleições do Maranhão divide o bloco de oposição ao grupo Sarney no Maranhão e contribui para o aumento no clima de animosidade entre os militantes dos candidatos Jackson Lago (PDT) e de Flávio Dino (PCdoB). Os dois disputam uma eventual vaga no segundo turno com a governadora Roseana Sarney (PMDB), líder nas pesquisas.


O último round dessa disputa foi o surgimento de um boato de que o pedetista estaria disposto a renunciar de sua candidatura diante da possibilidade de cassação de seu registro de candidatura no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com base na Lei da Ficha Limpa.


Nessa hipótese, Lago colocaria em seu lugar a esposa, Clay Lago. O candidato, no entanto, tem reafirmado em comícios e entrevistas que é candidato e que não pensou nessa possibilidade.


Os correligionários do PDT, no entanto, atribuíram esse boato a partidários de Flávio Dino. Além disso, o próprio Dino acirrou a disputa na sua propaganda eleitoral gratuita quando passou a utilizar o bordão “esse ninguém cassa”, em referência à impugnação da candidatura do pedetista no TSE.


O comunista afirmou em um blog de São Luís que a oposição está unida contra uma eventual vitória do grupo Sarney. “O pacto, firmado há três meses, está mantido. Seja qual dos dois que passar, um terá o apoio do outro”, declarou Dino.


A última pesquisa Ibope/TV Mirante, divulgada dia 17 de setembro, a governadora do Estado estava na frente com 46% das intenções de voto, contra 21% de Jackson Lago e 21% de Flávio Dino. O total de indecisos no MA, conforme o Ibope, era de 13%. A oposição aposta justamente nos indecisos para levar as eleições para o segundo turno no Estado.



"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos