Balaios levaram o Maranhão a figurar na lista de mais indiciamentos por crime eleitoral

Balaios levaram o Maranhão a figurar na lista de mais indiciamentos por crime eleitoral: "


do blog: Marco Aurélio D'Eça

O início da era balaia...


O Maranhão está em terceiro lugar na lista dos estados que mais tiveram indiciamentos pela Polícia Federal por crimes eleitorais, entre os anos de 2006 e 2009.


São exatamente os anos em que os balaios comandados por José Reinaldo Tavares (PSB) chegaram ao poder estadual em todas as esferas – eleitos para o governo, Câmara Federal, Assembléia e, depois, para prefeituras e câmaras.


Para quem não se lembra, Jackson Lago (PDT) foi eleito governador em 2006 em um esquema de corrupção montado por José Reinaldo Tavares e que desviou quase R$ 1 bilhão para a campanha.


No mesmo palanque balaio de Jackson Lago (PDT) estavam o hoje candidato a governador Flávio Dino (PCdoB) e o candidato a senador Roberto Rocha (PSDB).



os candidatos da era balaia...


O esquema foi denunciado à Justiça Eleitoral


em todos os seus aspectos.


No TSE, um dos advogados de Jackson foi o próprio Flávio Dino. Em 2009, Jackson foi cassado e obrigado a devolver o cargo à legítima preferida pela vontade, Roseana Sarney (PMDB).


Um ano antes, em 2008, o mesmo esquema . O tucano João Castelo, que em 2006 havia concorrido a senador ao lado de Jackson, venceu a eleição em São Luís, mas foi dencunciado por Flávio Dino – agora em outro palanque.


O resultado da era balaia...


manteve-se inalterado nas eleições municipais


O processo contra Castelo também tramita na Justiça Eleitoral, com vários indiciamentos da PF.


Como se vê, os quatro anos balaios de poder no Maranhão, além de impor ao Maranhão um ciclo de atraso e abandono no campo administrativo, também incluiu o estado na vergonhosa lista dos campeões de crimes eleitorais.


Esta turma toda está novamente em campanha agora…


"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos