Após erro grosseiro contra deputado paraense, revista ISTO É é condenada por danos morais

Após erro grosseiro contra deputado paraense, revista ISTO É é condenada por danos morais: "



do blog: Zé Dudu


Dep. Zé Geraldo - PTDep. Zé Geraldo - PMDB

O juiz de Direito Substituto, Roque Fabrício Antônio de Oliveira Viel, da Primeira Vara do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, condenou a Revista ISTO É a pagar danos morais ao deputado federal Zé Geraldo (foto), do Partido dos Trabalhadores do Estado do Pará, por divulgar erroneamente a sua imagem na Edição 2050, em fevereiro de 2009, como se fosse o deputado federal Zé Gerardo (foto), do PMDB do Ceará.


Em 2009, o deputado cearense respondia por crimes contra a administração pública e no primeiro semestre de 2010 foi o primeiro parlamentar brasileiro, desde a promulgação da Constituição de 1988, a ser punido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na prática de crime de responsabilidade. O peemedebista foi condenado também com a inelegibilidade por cinco anos, além do pagamento de multa de R$ 25,5 mil.


"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos