Ai, ai, ai… ai, ai, ai! Está chegando a hora!

Ai, ai, ai… ai, ai, ai! Está chegando a hora!: "

do Blog do Décio

Os “balaios” ficaram ouriçados com a entrevista que eu fiz com o marqueteiro Duda Mendonça (veja post abaixo). Tudo porque ele afirmou que se Roseana não vencesse no primeiro turno, venceria no segundo.




Toninho: Ai, ai, ai … ai, ai, ai! Está chegando a hora! Foto: Biaman Prado

A declaração do marqueteiro não condiz com a verdade real. Antes de eu fazer essa pergunta mais específica ele havia afirmado que a governadora “deveria vencer no primeiro turno”, a exemplo de Dilma Roussef (PT). Para não haver contradição entre as duas respostas eu retirei essa primeira fala dele.


No entanto, o clima entre os membros a equipe do publicitário é de euforia. Quando eu cheguei na sede da Record News, onde estão sendo produzidos os programas, deparei-me com um cidadão de meia idade, de óculos e barbudo.

Ele cantarolava: “Ai, ai, ai … ai, ai, ai! Está chegando a hora! O tempo já vem raiando meu bem.. eu tenho de ir embora”. O nome dele é Toninho Vaz. Já trabalhou no programa Fantástico, da Rede Globo. Participava da seleção da “Garota do Fantástico”. Ele jurou ao blog que nunca pegou ninguém. “Nessa hora você é um profissional”, garantiu.

Toninho é responsável pela produção dos programas dos senadores Edison Lobão e João Alberto (PMDB). Quis saber porque ele cantarolava tanto. “Só ainda estamos aqui porque o jogo ainda não acabou. Se não fosse isso já estaríamos na praia”, disse ele confiante na vitória da chapa majoritária da coligação “O Maranhão Não Pode Parar” no primeiro turno.

O produtor brincava com o chefe Duda Mendonça a respeito de um prêmio de R$ 200 mil que ele dá para a equipe que fizer a melhor campanha nos Estados. São 15 Estados sob a orientação do marqueteiro baiano. “Eu já gastei por conta”, avisava Toninho.

Duda só divulgará o resultado no final do primeiro turno.
"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos