Roseana adverte para tentativa de denuncismo

Roseana adverte para tentativa de denuncismo: "



do Correio de Imperatriz

A governadora Roseana Sarney, candidata à reeleição pela Coligação "O Maranhão Não Pode Parar", advertiu, ontem, 15, para uma tentativa de denuncismo iniciada no final de semana pela oposição que tem a colaboração de veículos de imprensa costumeiramente de boa vontade para com essa prática. Ela se referiu à matéria publicada por O Estado de São Paulo, e repercutida por diversos sites, inclusive o da revista Veja, a respeito de uma transação bancária normal feita há seis anos sobre a qual não há nenhum questionamento na justiça.


“Requentam-se velhas e surradas denúncias na falta de denúncia nova. É de se lamentar que setores tradicionais da imprensa se prestem a esse serviço, mesmo sabendo que as pessoas estão atentas. Por que não questionaram isso antes? Por que só agora que estamos em pleno período eleitoral e eu sou candidata à reeleição? Por que requentar uma denúncia agora, exatamente dois dias depois de ser descoberta uma grande reserva de gás no Maranhão, que abre novas e excelentes perspectivas para o futuro do meu estado? Veja, as reservas descobertas agora prevêem que o Maranhão será responsável por 25% de todo o gás produzido no Brasil. E mais: essas reservas representam quase metade de todo o gás que o Brasil hoje é obrigado a importar da Bolívia. É muita coincidência, e lembra o jogo sujo eleitoral feito contra mim nas eleições de 2006. Está claro que tudo isso é mais uma tentativa, mais uma armação visando alterar o curso normal dessa eleição. Por isto, faço um alerta para o povo do Maranhão: não se deixem enganar mais uma vez”, observou Roseana.


A governadora completou: “Infelizmente, pequena parte da política no Maranhão ainda é feita por pessoas adeptas do jogo sujo e imoral, do denuncismo barato e eleitoreiro. No passado me prejudicaram, mas desta vez será diferente. Meus advogados já estão preparando o documento jurídico necessário para levar os responsáveis à justiça, em todos os níveis que forem necessários”.


Em nota, Roseana esclareceu que O Estado de São Paulo criou um fato em cima de uma operação bancária normal. “Um empréstimo contraído e pago às claras, com todos os papéis que o tipo de transação requer. É de um oportunismo sem igual querer se valer disso para repetir velhas fórmulas visando confundir a opinião pública. Das vezes anteriores eles nos acusaram, nunca provaram nada e ficou por isso mesmo. Agora vamos reagir e exigir que se explique o verdadeiro sentido dessa manobra”, afirmou a governadora.


O jornal que levantou o caso do empréstimo bancário diz que teve acesso aos documentos internos de um banco sob intervenção. A partir daí estabelece relações entre a operação de empréstimo e outros mecanismos financeiros feitos pela instituição fora do país. “O empréstimo contraído e pago legalmente é fato, e os desdobramentos sugeridos pelo jornal são suposições passadas aos leitores de jornal em formato de um escândalo. A intenção evidente é confundir com o intuito de atingir minha honra e assim causar um dano político para a minha campanha, já que estamos em pleno período eleitoral e todas as pesquisas me dão uma liderança tranqüila na disputa pelo cargo de governador do Maranhão. Sem dúvida, repito, tem todo o perfil de uma ação encomendada”, denuncia Roseana.


“O Maranhão vive um dos melhores momentos de sua história, com grandes investimentos sendo realizados, como a refinaria Premium da Petrobras e a descoberta de imensas reservas de gás em Capinzal do Norte. Há projetos se implantando nas áreas de siderurgia, mineração, alimentos, bebidas e refrigerantes, produtos acabados de aço e alumínio, construção civil e agricultura. Isso representa muitos empregos e salários para os maranhenses. Requentar velhas denúncias sem nenhuma comprovação para me prejudicar não vai mudar o meu otimismo nem o meu trabalho pela minha terra. O Maranhão me conhece, conhece a minha história, a minha seriedade e a minha correção”, acrescentou Roseana.

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos