Prolongamento da Avenida Litorânea, Roseana tentou acordo com a Prefeitura

Prolongamento da Avenida Litorânea, Roseana tentou acordo com a Prefeitura: "



do Maranhão Maravilha




Numa sabatina que durou uma hora pelo jornal oposicionista O Imparcial, a candidata a reeleição ao governo do estado, Roseana Sarney, mostrou amadurecimento politico e sobretudo esclareceu de forma satisfatória todos os pontos abordados por seus interlocutores.


Ao ser indagada sobre o dinheiro transferido dos cofres do estado para contas das prefeituras comandadas por aliados do ex-governador Jackson Lago no apagar das luzes da cassação, ela esclareceu que está negociando com alguns prefeitos e citou o exemplo do prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, e que juntos eles têm conseguido realizar obras importantes no município. O povo de Imperatriz e de toda a região tocantina já reconhece os benefícios dessa parceria e a cada dia cresce mais o apoio deles a reeleição de Roseana.
Esclareceu que o montante transferido para a prefeitura de São Luís foi de apenas R$ 78mi e não R$ 150mi como dizem seus adversários políticos e que já procurou o prefeito João Castelo para tentar um acordo, mas que não obteve uma resposta satisfatória do prefeito de São Luís, que tenta desviar esses recursos para outras obras e não para as que foram previamente destinadas. Roseana chegou a propor uma parceria no prolongamento da avenida Litorânea e até mesmo adicionar mais recursos, desde que fossem construídos realmente os viadutos, o prolongamento propriamente dito da Litorânea e que fossem dados os devidos créditos também ao governo estadual, o que parece, não foi aceito pelo prefeito João Castelo. Lembrou também que sempre foi sua preocupação resolver o caos do trânsito de São Luís e por isso construiu vários viadutos na cidade, por isso o seu interesse em participar e apoiar projetos como este.

A governadora deixou transparecer que não é interessante que uma obra seja construída com recursos oriundos do governo estadual e o estado ainda saia como vilão, quando na verdade é a vítima.




Conheça aqui detalhes do projeto de prolongamento da avenida Litorânea http://imirante.globo.com/noticias/2010/08/24/pagina251582.shtml


Economia e crescimento - No início, os questionamentos giraram em torno de como a candidata preparará o Maranhão para os investimentos que estão chegando, visando a geração de emprego e renda. “Primeiro, quero dizer que as empresas, assim como a Refinaria de Petróleo, a Suzano Celulose, chegaram ao estado porque os empresários e o governo federal começaram a acreditar no governo do Maranhão”, ressaltou.


Para a candidata, o grande desafio será oferecer aos jovens e trabalhadores oportunidade de se qualificarem e se profissionalizarem, a fim de estarem preparados para assumir os novos postos de trabalho. “Teremos que contar com a ajuda da sociedade civil. Da nossa parte buscaremos parcerias com o Sesi (Serviço Social da Indústria), Sesc (Serviço Social do Comércio) e Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) para fomentar cursos técnicos.


Tempo integral - Conforme adiantou a candidata, a educação passará por profundas transformações. Roseana detalhou que entregará fardamento aos estudantes da rede estadual e implantará a escola de tempo integral, para que o aluno possa aproveitar melhor o aprendizado. “Será uma verdadeira revolução na qual os professores também passarão por qualificação. Começa aí a revolução que garantirá mão de obra qualificada e profissionalizada”, assegurou.


Roseana lembrou ainda que, quando senadora e líder do presidente Lula no Congresso Nacional, trouxe para o Maranhão 13 escolas técnicas. Ela frisou que ficou ausente por sete anos do Executivo estadual e que num período de um ano e quatro meses já realizou, por exemplo, concurso público para cinco mil professores.


Água limpa e qualidade de vida - Saneamento básico, construção e melhoria de residências para a população carente fazem parte da plataforma de seu governo. “No Programa Minha Casa Minha Vida já estamos buscando a resolução desse problema construindo fossas e, assim, promovendo assim melhor qualidade de vida”, completou.


Roseana afirmou que a desconcentração de renda será feita por intermédio do programas sociais e de fomento de implantação de empresas. Ela destacou o Pró-Maranhão, que dá incentivos às fábricas que queiram se instalar no interior do estado.


A governadora Roseana declarou que investirá na área de agricultura nos municípios ao intensificar a assistência técnica rural no interior do estado. Também vai garantir acesso ao crédito rural e ajudar na comercialização dos produtos do pequeno produtor rural. “As prefeituras poderão, inclusive, aproveitar os frutos da produção da agricultura familiar na merenda escolar”, exemplificou.


A peemedebista disse estar preocupada com o trânsito de São Luís e que determinou estudo de identificação do problema na capital. “São Luís está prestes a completar 400 anos e a ajudaremos, para melhorar a trafegabilidade de veículos na cidade e a vida do cidadão”, afirmou Roseana.


Questionada por um internauta sobre como ficará o meio-ambiente no seu governo, Roseana assegurou que combaterá a poluição nos rios, mananciais e que avançará no zoneamento econômico e ecológico, além de defender a criação do Parque Ambiental em São Luís.


Hospitais prontos - A candidata voltou a garantir que os 72 hospitais serão entregues à população maranhense até o final do ano. Um dos motivos para que a maioria não tenha sido entregue se deve ao período eleitoral, que impede a realização de concursos públicos e a efetivação de profissionais. “Visitei alguns municípios e verifiquei que todos estão quase prontos, mas garanto que ficarão concluídos até o fim deste ano”.


Em relação ao Turismo, a candidata lembrou que defendeu a necessidade de o município de Barreirinhas ser o portal de entrada para o Delta do Parnaíba, mas falou que mesmo com a crise econômica mundial São Luís e os seus pólos (que ela criou com o Plano Maior em seu governo), continuam como fortes atrativos no Brasil.


Ela ressaltou ainda que a Segurança Pública voltou ao eixo em seu governo, dando como exemplo de combate ao crime da sua administração o rouba das armas da Polícia Militar, cuja quadrilha já está presa, mostrando assim um policia com ação eficaz. “No meu primeiro mandato desbaratamos a maior quadrilha do país (se referindo ao roubo cargas) e obtivemos o menor índice de violência do Brasil”, enumerou aos presentes.


Assista a sabatina na íntegra e conheça o outro lado da história

http://www.oimparcial.com.br/tv.php?id=25058



"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos