Presídio vai abrigar presas de todo Maranhão

Presídio vai abrigar presas de todo Maranhão: "




Com capacidade para abrigar 210 internas, o governo do estado através da Secretaria de Segurança Pública do Estado entregou na manhã de hoje, a Penitenciaria Feminina de Pedrinhas. Ela esta situada ao lado do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, à margem da BR 135, Km 14, em São Luis.

Participaram da solenidade os secretários de Estado de Segurança Pública, Aluísio Mendes, e a da Mulher, Catharina Bacelar; o secretário adjunto de Administração Penitenciária, João Bispo Serejo; o delegado geral da Polícia Civil, Nordman Ribeiro; o comandante geral da Polícia Militar foi representado pelo tenente coronel Jeferson Teles, comandante do Policiamento Metropolitano.

As presas que se encontravam no Centro de Reeducação e Inclusão Social de Mulheres Apenadas (Crisma), Centro de Detenção Provisória Feminino de Paço do Lumiar, além de internas de todo o Maranhão foram transferidas para o novo presídio.

A obra durou seis meses e foi realizada através de convênio entre o Governo do Estado e o Ministério da Justiça. O Presídio possui 11 blocos divididos em área de saúde, convivência, reservatório, torre de observação, espaço para

funcionários e celas individuais e coletivas. O Presídio Feminino também conta com uma creche com berçário, fraudário e área de amamentação destinada às internas que possuem filhos.



Leia mais...


"

Comentários

Postar um comentário

Comentando os Fatos, uma nova forma de divulgar conteúdo com credibilidade.
Os nossos esforços se concentram no sentido de acrescentar ao nosso publico informações diferenciadas, aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado, noticias todos divulgam, o diferencial da informação está aqui em Comentando os fatos, credibilidade sempre em primeiro lugar.

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos