Orlando Mendes: Um Sonho, Uma Realidade

Orlando Mendes: Um Sonho, Uma Realidade

"o pior analfabeto é o analfabeto político"

Participei semana passada do lançamento da campanha de Orlando Mendes para Deputado Federal, em Pindaré. Centenas de populares, simpatizantes, colaboradores e lideranças estiveram presentes. Acrescento, estavam entusiasmados. Meus leitores, não nego minhas opiniões, sou transparente. Ele é sim o meu candidato, não apenas pela amizade que temos de antanho, mas pela sua capacidade política, por suas idéias inovadoras, pelo espírito coletivo que tanto o enobrece. Além disso tudo, necessitamos de um representante na Câmara Federal e outro na Câmara Estadual (Vianey Bringel - mulher honesta, determinada , forte) para promoverem políticas públicas, capaz de melhorar a vida das pessoas no Vale do Pindaré.
Conheço o Orlando desde o tempo da UESI, quando ele ainda era um rapaz imberbe, macérrimo, carregando um punhado de sonhos em seus discursos pueris. Tornou-se vereador (sem o vil metal, apenas com a força e a crença dos amigos), reeleito cinco vezes, pelo fato de prestar vários serviços à comunidade de Santa Inês como se fosse um sacerdote. Sem rasgação de seda, é um homem dedicado às causas populares, um amante e incentivador de nossa cultura, um lutador incansável.
Ao falar desse ser destemido, lembrei de uma passagem do livro " O Vendedor de Sonhos e a Revolução dos Anônimos" de Augusto Cury. Logo na dedicatória, há o seguinte comentário: 'A todos da sociedade, que compreendem que a existência é um grande contrato de risco. E que leram nas cláusulas desse contrato que as perdas e os ganhos, as derrotas e as vitórias são privilégios dos vivos.'
Encerro afirmando que o Orlando é o nosso 'Vendedor de Sonhos', que não tem medo de arriscar, de lutar por suas idéias, de defender os trabalhadores, por isso defendo e acredito nessa candidatura. Vamos sonhar, porque "um sonho que se sonha junto é realidade".

Paulo Rodrigues (Professor e Poeta)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini