Foragido de Goiás e Bahia foi preso em Santa Luzia do Tide-MA

Foragido de Goiás e Bahia foi preso em Santa Luzia do Tide
Homem é acusado de assassinar duas mulheres. Uma delas com um tiro no ouvido. A outra era ex-esposa dele. Delegado não sabe se ele vai para Bahia ou Goiás.


FONTE: Alan Jorge
O IMPARCIAL ON LINE
Francisco Paulo com Eliane Oliveira.
 

Foi preso em Santa Luzia do Tide, cidade distante 294 km de São Luís, Francisco Paulo Lins Silva. Contra ele constam dois mandados de prisão expedidos pela justiça de Goiás e outro pela justiça da Bahia. Francisco é acusado de assassinar duas mulheres com quem manteve relacionamento.

Conforme o investigador de polícia da cidade de Santa Luzia do Tide, Dallagnol Júnior, o acusado foi preso após denúncias feitas por populares. Estas diziam respeito a um homem que era procurado de Justiça. O investigador disse que após as denúncias, a polícia foi constatar o fato no local citado: no bairro Matadouro. “Ao chegarmos lá, ele estava capinado um terreno. Ele nos disse que ali ele pretendia fazer uma casa”, contou Júnior.

Depois da abordagem feita ao acusado, imediatamente a polícia o conduziu até a delegacia da cidade onde ficou constatado que contra ele haviam dois mandados de prisão por homicídio. “Nós fizemos o que é de praxe, pegamos a documentação dele e foi constatado que ele era foragido”, afirmou Dallagnol. Depois da certeza ele foi transferido á delegacia regional de Santa Inês.

O delegado regional, Valter Costa dos Santos, contou que o acusado é bastante perigoso. Segundo Costa, ele assassinou a ex-funcionária da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna (BA), Eliane Oliveira.

Ela foi brutalmente assassinada com um tiro no ouvido. Conforme o delegado, o motivo que levou Francisco a cometer tal atrocidade seria por ciúmes. “Nós ainda não sabemos por qual razão ele sentia ciúmes dela. Essa informação quem me passou foi o delegado de Itabuna”, declarou. O delegado revelou ainda que além de ter sido funcionária da casa de saúde, Eliane era acadêmica do curso de direito.

Já pela Justiça de Goiás, o acusado era procurado por outro assassinato. Desta vez, a vítima foi a ex-esposa. O delegado não soube passar muitas informações sobre este crime, mas disse que vai manter contato com a polícia de Goiás para maiores esclarecimento do caso.

Valter afirmou que está mantendo contato com o delegado de Itabuna (BA), Moisés Damascenos, para ter conhecimento dos procedimentos que serão realizados. A priori, ele informou que o delegado estará enviando o mandado de prisão preventiva do acusado para que ele possa ser recambiado o quanto antes. No entanto, ele não soube dizer se o acusado será levado para a Bahia ou Goiás.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos