Flavistas e jackistas se engalfinham por espólio de São Luís

Flavistas e jackistas se engalfinham por espólio de São Luís: "


do blog: Marco Aurélio D'Eça




Ex-aliados, lago e Dino hoje brigam por eleitores em São Luís


Uma intensa discussão em canais de Internet entre partidários dos candidatos Jackson Lago (PDT) e Flávio Dino (PCdoB) dão o tom da preocupação dos dois grupos com o enfraquecimento entre os eleitores de São Luís.


Assunto, inclusive, já explorado neste blog. (Leia aqui)


O debate, como revela o blog de Décio Sá, envolve ex-apadrinhados de Jackson – hoje nas hostes flavistas – e até familiares do ex-govenador, como o médico Igor Lago, presente na seara política maranhense desde a cassação do pai.


Como pano de fundo, o fato de a candidata do PMDB, Roseana Sarney, liderar as pesquisas na capital maranhense e ter ao seu lado ícones da oposição e do PT maranhense, pela primeira vez no palanque dela.


Para Franklin Douglas, ex-auxiliar de Jackson e hoje um neoflavista empedernido, Jackson se enfraqueceu na capital por ter priorizado a publicidade de ações no interior, em detrimento das ações da capital.


Mas, e Flávio Dino, que há apenas dois anos era tido como esperança em São Luís e hoje não consegue mobilizar a massa ludovicense?, perguntaria o blog.


A resposta é simples: o eleitor da capital cansou dos discursos e quer resultados.


Resultados que o governo Roseana apresenta em forma de ações e a candidata representa com o volume de campanha registrado até agora.


Resultados estes reconhecidos até pela parte da imprensa alinhada ao projeto de oposição, como se percebe lendo aqui.


A estas alturas do campeonato, resta a flavistas e jackistas brigar pelo que sobra da fatia conquistada por Roseana Sarney.


Que soube ocupar o vácuo deixado em São Luís a partir do fracasso do governo Jackson…



"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos