Escutec: tudo na mesma

Escutec: tudo na mesma: "



do Blog do Décio

A disputa pelo governo do Estado mantém-se rigorosamente estável no Maranhão. É o que revela nova rodada de pesquisas do Instituto Escutec/O Estado, divulgada neste sábado (14). Os candidatos variaram – para baixo ou para cima – exatamente dentro da margem de erro, mantendo inalterada a sucessão maranhense.


Primeira colocada na disputa, a candidata Roseana Sarney (PMDB), que tinha 50,4% na pesquisa anterior, do dia 25 de julho, aparece agora com 49,6%, variando menos de 1 ponto percentual para baixo. Jackson Lago (PDT), que tinha 25,8%, agora tem 23,7%. E Flávio Dino (PCdoB), agora tem 18,2%, ante 16,8% da pesquisa de julho. A margem de erro da nova pesquisa é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos. O resultado final, portanto, manteve-se inalterado. Os demais candidatos – Marcos Silva (PSTU), Saulo Arcangeli (PSol) e Marcos Igreja (PCB) – mantiveram-se com índices abaixo de 1% de intenção de votos.


“Os números mostram que a campanha não deslanchou efetivamente, o que é normal e até previsível. Não houve fato político que justificasse uma alteração dos números”, explicou o presidente da Escutec, jornalista Fernando Júnior. Para ele, esta estabilização só deverá mudar com o início da propaganda eleitoral.


São Luís


Roseana Sarney mantém a dianteira em todas as regiões do Estado. Na Grande São Luís, que inclui a capital maranhense, ela fica com 46,4%. Flávio Dino aparece com 31,9% e Jackson Lago com 10,8%. Os demais candidatos registraram traço.


A região em que a governadora mantém o maior índice de intenção de votos é a região Norte (54,8%). No Sul, no Centro e no Leste do Estado ela também registra percentuais acima de 50%. Apenas na região Oeste, seus índices ficam na casa dos 44%, ainda assim, mais de 10 pontos à frente do segundo colocado, Jackson Lago.


Na pesquisa espontânea – aquela em que o eleitor cita qualquer nome, sem necessidade de apresentação dos candidatos – Roseana também mantém folga em relação aos demais candidatos. Ela aparece com 35,8% das citações, contra 19,2% de Jackson e 11,7% de Flávio Dino. Os demais candidatos não pontuaram.


Escutec ouviu 1.059 eleitores, entre os dias 11 e 13 de agosto. O registro no Tribunal Regional Eleitoral é o de nº 28870/2010.


Dilma Rousseff tem dianteira no Maranhão


A nova pesquisa Escutec/O Estado revelou também que a candidata do PT, Dilma Rousseff (PT), mantém no Maranhão uma grande dianteira sobre o seu principal adversário, José Serra (PSDB). A petista apresenta 58% das intenções de voto no estado, contra 25,3% de José Serra. A candidata do PV, Marina Silva, tem 7,6% de intenção de votos no Maranhão. Nenhum dos demais candidatos pontuou acima de 1% na pesquisa divulgada neste sábado.


Dilma vence Serra em todas as regiões do Maranhão. No Leste, ela alcança 61,5% das intenções de votos. Na Grande São Luís, ela apresenta 54,8% das intenções de voto, contra 21,1% de Serra e 10,1% dados a Marina Silva. Também na Grande São Luís, os demais candidatos aparecem com menos de 1%.


O candidato do PSDB é também o mais rejeitado dentre os candidatos a presidente no Maranhão. Nada menos que 35,7% dos eleitores disseram que não votariam nele em hipótese alguma. Dentre os principais candidatos, Dilma Rousseff é a menos rejeitada, com apenas 12,9%. Marina Silva tem 15,3% de eleitores que a rejeitam.


Na pesquisa Escutec/O Estado foi perguntado também a opinião do eleitor maranhense sobre o governo Roseana Sarney. Ela é aprovada por 63,1% de eleitores, que consideraram seu governo bom (52,3%) e ótimo (10,8%). Apenas 17,8% dos maranhenses consideraram péssima a administração roseanista. Neste quesito, apenas 2% dos eleitores não quiseram ou não souberam opinar.


(As informações são do jornal O Estado do Maranhão).

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos