Caxias-Ma: Vereador de Caxias denuncia retaliação por não apoiar o candidato do prefeito, ao Governo do Maranhão.

Caxias-Ma: Vereador de Caxias denuncia retaliação por não apoiar o candidato do prefeito, ao Governo do Maranhão.: "


do ..::Codó Noticias::..

A acusação foi feita em sessão na Câmara Municipal em Caxias interior do Maranhão, pelo vereador Helton Mesquita. O vereador subiu à tribuna e fez um desabafo que, segundo ele mesmo declarou, estava engasgado há algum tempo. Helton Mesquita que pertence ao PDT, mesmo partido do atual prefeito de Caxias Humberto Coutinho, revelou que numa reunião que teve com o chefe do executivo municipal, recebeu um convite de Humberto a apoiar o candidato do PCdoB ao governo do Maranhão, Flávio Dino. O vereador afirmou que não podia apoiar Flávio Dino por algumas razões. Uma delas seria o fato de fazer parte do PDT há 10 anos e não poderia seguir outra candidatura a não ser a do ex-governador Jackson Lago do PDT, seu partido. O vereador afirma que até tentou convencer o prefeito de que ele teria que fazer o mesmo e apoiar Jackson Lago, já que o pedetista quando governador deu total apoio ao prefeito, além de Humberto Coutinho fazer parte do PDT. Motivo suficiente e não apoiar Flavio Dino, que faz parte de um outro partido.



Helton Mesquita levou à tribuna mais de uma dezena de requerimentos remetidos por ele, com reivindicações da população as secretarias municipais. Ele afirma, que em mais de um ano de mandato na atual legislatura, não conseguiu sequer o atendimento de um único dos requerimentos que fazem cobranças de coisas pequenas como a revitalização de ruas e avenidas de bairros como, por exemplo: Tresidela e Fazendinha.



Mas o que Helton Mesquita, considera uma antipolítica, é o fato de que, depois de ter negado apoio ao candidato de Humberto Coutinho, ao governo do Maranhão, ficou sabendo que um convênio com o SUS – Serviço Único de Saúde, que sua clínica, Centro Médico, possui, havia sido suspenso, e, além disso, os serviços prestados no mês de Julho e Agosto não haviam sido pagos. Helton Mesquita, falou que ainda da tribuna, que telefonou para a Secretaria de Saúde, mas a pessoa que atendeu a ligação, lhe disse que qualquer assunto sobre o convênio com SUS, ele teria que telefonar para o prefeito Humberto Coutinho.



Helton Mesquita afirmou que em reunião numa casa de eventos do bairro cangalheiro em Caxias, teve sua candidatura lançada para prefeito de Caxias, ele afirma, que aceitou o desafio e que pretende nas eleições municipais, concorrer ao cargo de prefeito de Caxias. Fez questão de dizer que não se elegeu para “amealhar”, mas para servir a população com trabalho no legislativo municipal. Ainda se referindo às atitudes do atual governo municipal, ele disse que precisa conduzir seu mandato no legislativo com isenção de maneira que “para atravessar uma rua, não precise pedir licença ao prefeito”.



A Câmara Municipal de Caxias possui 12 vereadores, desses, apenas Ricardo Marques do PMDB, que inclusive nesta eleição é candidato a Deputado Federal se intitula oposição. Agora pelo visto, ele tem mais uma companhia.

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini