"Um Computador por Aluno" será implantado no estado

"Um Computador por Aluno" será implantado no estado: "

do blog: Maranhão Maravilha


O Programa Um Computador por Aluno (Prouca), desenvolvido pelo Governo Federal, beneficiará nove escolas públicas do Maranhão. O programa fornecerá 150 mil computadores portáteis (laptops educacionais) para escolas da rede oficial de ensino de todo o país.


A coordenação do Prouca no estado ficará a cargo da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Representantes da universidade participaram, nos dias 23 e 24 de junho, em Fortaleza, de capacitação para implantar o programa no estado.
O evento contou com a presença de diretores de Educação a Distância de várias instituições do Nordeste e serviu para a adesão oficial da UFMA ao programa. Por meio do Núcleo de Educação a Distância (NEaD), a universidade será responsável por criar estratégias pedagógicas e logísticas para implementação do projeto em nove escolas públicas das redes estadual e municipal. Cada escola será contemplada com 500 computadores.


“Mas o programa não se resume apenas à entrega de computadores. Há a parte da capacitação de professores, gestores e alunos. A UFMA estruturará uma equipe que, com o Núcleo de Projetos Educacionais (NPE), promoverá a capacitação. A UFMA capacita o NPE, que capacita o professor”, explicou o coordenador-geral do Prouca no Nordeste, Mauro Pequeno. Na região, os trabalhos são coordenados pela Universidade Federal do Ceará.


Etapas - O Programa Um Computador por Aluno tem a duração de 12 meses e é composto por três etapas. A primeira consiste no acompanhamento da entrega dos equipamentos nas instituições de ensino, no próximo mês de agosto.


Na segunda etapa, a universidade federal fará uma formação continuada à professores das redes públicas de ensino, que posteriormente serão os multiplicadores do programa, orientando pedagogicamente o uso dos computadores pelos alunos nas escolas contempladas; já a terceira, será realizada com a verificação e avaliação dos procedimentos dos multiplicadores em sala de aula.


Para o diretor do NEaD da UFMA, Othon Bastos Filho, o programa vislumbra novos horizontes à educadores e estudantes da rede pública em todo o Brasil, já que, por meio da tecnologia, vai possibilitar metodologias educacionais inovadoras e mais eficazes.


“Os professores também usarão esses computadores. Com isso, poderão montar aulas e postar no Portal do Professor, que é do Ministério de Educação. As melhores aulas serão publicadas. O Maranhão está com índice baixo de publicação. A outra ação é fazer com que os estudantes utilizem o computador para pesquisa, para se comunicar, tirar dúvidas e produzir material digital como atividade de aula”, detalhou o diretor.


Escolas



- UI José Anacleto de Carvalho – Barreirinhas

- CE Valnice Bertoldo Lima Cordeiro – Capinzal do Norte

- EE Escola Estadual Raimundo Muniz Bayma – Codó

- UE Básico Conjunto Paraná – Paço do Lumiar

- UE Presidente Médici – Pinheiro

- UI Maria Jose Macau – Rosário

- CE Aluísio Azevedo – São João do Sóter

- CE Professor Mário Martins Meireles – São Luís

- UE Básica e Fundamental Mariana Pavão – São Luís

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos