Prisão de Alessandro Martins é destaque em O Globo

Prisão de Alessandro Martins é destaque em O Globo: "


De O Globo:


Rio – A polícia prendeu em Ipanema, na Zona Sul do Rio, o empresário Alessandro Martins, acusado de comandar um esquema de fraude de documentos de carros no Maranhão. Ele estava sendo procurado pela Interpol e deve ser transferido na tarde desta para São Luís.


O Globo AlessandroDesde quinta-feira da semana passada, Alessandro era considerado foragido, depois que a Justiça expediu dois mandados de prisão contra ele. A primeira informação que se tinha era que ele tinha fugido para o Canadá, onde tem uma irmã, por isso a polícia do Maranhão já tinha comunicado o caso à Interpol.


Alessandro é dono de uma concessionária em São Luís e acusado de dez crimes, entre eles sonegação de impostos e evasão de divisas. Ele também ameaçava testemunhas. A investigação contra o empresário começou em fevereiro porque ele vendia carros a preços muito abaixo do mercado.


Segundo o Ministério Público, Martins comprava carros diretamente das montadoras em nome de locadoras ou frotistas, com 30% de desconto, e revendia a consumidores comuns com notas fiscais falsas.


Os carros eram comprados no nome de locadoras e frotistas, sem o conhecimento delas, e encaminhados a São Luís, onde o empresário contava com a ajuda do Detran para licenciá-los. O comprador tinha de licenciar o carro na empresa LFF, acusada de integrar o esquema que, em três meses, teria rendido R$ 20 milhões.


Nesta terça-feira foram presas seis pessoas, cinco em São Luís e uma em Brasília, acusadas de integrar o esquema. Entre os presos está um ex-capitão da PM, Ronaldo Campos Costa, controlador do Detran do Maranhão. No total, 13 foram indiciados por formação de quadrilha, falsificação de documento público, crime contra ordem econômica e crime contra relações de consumo.


O empresário é dono da revenda de automóveis Euromar. A diretora comercial e um gerente de vendas da empresa foram presos e são acusados de intimidar testemunhas. O homem detido em Brasília é diretor da montadora envolvida. Um outro funcionário, de São Paulo, está sendo procurado.


Nesta terça, a polícia do Maranhão apreendeu CPUs, notebooks e documentos na sede da empresa, em São Luís. Carros de luxo foram apreendidos, como uma Ferrari e um Passat preto, que pertencem a Martins. Os dois veículos estavam estacionados na garagem do prédio de luxo onde morava o empresário, na Ponta d’Areia. O apartamento é avaliado em R$ 4,5 milhões. Na sede da concessionária, mais três carros foram apreendidos. Os cinco valem R$ 3,2 milhões.

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos