Presidente do PT-MA lamenta episódio na sede do partido e alerta para risco de impugnações


15/07/2010

Presidente do PT-MA lamenta episódio na sede do partido e alerta para risco de impugnações

Nota do Partido dos Trabalhadores do Maranhão
O Partido dos Trabalhadores do Estado do Maranhão vem a público lamentar e esclarecer os seguintes fatos veiculados pela imprensa local e nacional envolvendo filiados e candidatos do PT no processo eleitoral de 2010:
1. Na Convenção Estadual do Partido dos Trabalhadores, realizada no dia 24 de junho de 2010, no Clube do IPEM em São Luís, foram homologadas as candidaturas de Roseana para Governadora, Washington Luiz para Vice-Governador, Edison Lobão e João Alberto como candidatos ao Senado, além de definir as coligações proporcionais, assim como os nomes dos candidatos a deputado estadual e federal pelo PT;
2. Encerrado o prazo de apresentação de candidaturas junto ao Tribunal Regional Eleitoral, no dia 05 de julho, o PT inscreveu, além do candidato a Vice-Governador de Roseana, os nomes de 8 candidatos a deputado federal, na coligação O Maranhão não pode parar 2 e 39 candidaturas a deputado estadual, na chapa própria. Os nomes inscritos em tempo hábil no PT do Maranhão e que entregaram sua documentação foram registrados como candidatos, independentemente dos interesses de qualquer grupo interno do PT;
3. Portanto, todos os candidatos assinaram o Compromisso Partidário do Candidato Petista, que estabelece diretrizes e regras, bem como respeitar a legislação eleitoral vigente que impede filiados e candidatos de apoiar ou participar de campanhas alheias ao seu próprio partido ou à coligação da qual faz parte;
4. Os factóides criados por setores minoritários da direção estadual do partido tornaram público seu apoio à candidatura de Flávio Dino a Governador e Zé Reinaldo ao Senado chegando ao cúmulo de inaugurar um suposto comitê pró – Flávio Dino na própria sede estadual do PT.
A Direção Estadual do Partido dos Trabalhadores do Maranhão tomará todas as medidas cabíveis em relação às ações ilegais que vêm sendo patrocinadas pelos setores minoritários da direção estadual que, não satisfeita com a decisão democrática e legítima tomada pelo conjunto do PT em nível nacional e estadual, tenta criar fatos que infringem abertamente a legislação eleitoral do país.
Em razão desses últimos acontecimentos alertamos as candidaturas do PT homologada junto ao Tribunal Regional Eleitoral e envolvidos irregularidades cometidas que poderão ser impugnadas pela força da legislação eleitoral.

São Luís, 14 de julho de 2010.
Raimundo Monteiro dos Santos
Presidente Estadual do PT - MA

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos