Golpista da internet acusado de lesar piauienses é preso no MA

Golpista da internet acusado de lesar piauienses é preso no MA: "



do JORNAL O QUARTO PODER

O acusado vendida produtos pelo site Mercado Livre, mas os produtos nunca chegavam ao clientes. Ele foi preso ontem.


Um acusado de aplicar vários golpes no Nordeste através da internet foi preso ontem em São Luís- Maranhão. Aurélio Adriano Costa do Nascimento, 29 anos, já tem passagens pela polícia do Piauí, Paraíba, Distrito Federal e um processo na justiça do Maranhão, por estelionato.


Ele foi preso após dois meses de investigações realizadas pelo departamento de combate a crimes tecnológicos, que é um órgão da Delegacia de Investigações Criminais (DEIC) maranhense, comandado pelo delegado Breno Galdino.


Os golpes eram freqüentes. Segundo o delegado, o estelionatário vendia produtos como notebooks e câmeras fotográficas no mercado livre, mas após o negócio fechado com o desavisado, a pessoa nunca mais tinha noticia dele. “Ele era astuto, fazia com que a pessoa depositasse o dinheiro na conta, mas o produto nunca aparecia”, afirmou.


O acusado foi preso depois que os agentes da Deic tiveram informações que ele estava em pousada localizada na Avenida Litorânea, em São Luís. “Fizemos uma campana e esperamos ele aparecer. Depois de alguns instantes, conseguimos prendê-lo”, contou o delegado Breno.


O acusado já tinha passagens pelo Piauí e Distrito Federal. No Maranhão existiam inquéritos abertos contra ele, mas nunca tinha sido preso. “Ele aplicava golpes em vários Estados, às vezes ele estava no Piauí e depois no Maranhão. Ele não tinha uma residência fixa”, declarou Galdino.


A Deic estipula que mais de 100 pessoas foram vítimas do acusado. “As investigações indicam essa quantia de pessoas prejudicadas, mas estamos investigando”, contou. Depois da prisão do estelionatário, mais de 30 vítimas, todas de outros estados, procuraram a delegacia de São Luís.


A polícia civil do Maranhão pediu a quebra do sigilo bancário de Aurélio Adriano pra descobrir quanto ele ganhou nos últimos anos, enganando clientes pela internet.


O acusado usava mais de 60 e-mails diferentes na prática dos golpes. “Enquanto ele aplicava golpe em uma com o e-mail, com o mesmo artifício, aplicava golpe em outro por um e-mail diferente”, disse.


Na internet, a péssima fama do estelionatário é notória. Conforme o delegado, as pessoas que já foram vítimas do acusado criaram uma comunidade no Orkut para prevenir outras pessoas do golpista. A comunidade foi intitulada de “Aurélio Adriano já te Lesou”?

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos