Escutec diz que Roseana pode vencer no 1º turno

Escutec diz que Roseana pode vencer no 1º turno: "


do Blog do Décio

Pesquisa Escutec divulgada na edição deste domingo do jornal O Estado Maranhão, que começou a circular no início da noite deste sábado, mostra que a governadora Roseana Sarney (PMDB) lidera as intenções de voto na disputa pelo Governo do Estado.


Roseana lidera pesquisa Escutec com 50,4%


Ela tem 50,4% contra 25,8% obtidos pelo ex-governador Jackson Lago (PDT) e 16,8% do deputado Flávio Dino (PCdoB). Todos os outros candidatos tiveram menos de 1%. Saulo Arcangeli (PSOL) e Marcos Silva (PSTU) registram 0,4%, cada. Marcos Igreja (PCB) aparece com 0,2%. Nesse cenário, a candidata do PMDB poderia vencer e eleição no primeiro turno já que seus adversários juntos somam 43%.


São Luís e espontânea


A candidata da coligação “O Maranhão Não Pode Parar” vence em todas as regiões do Estado, inclusive na capital. Em São Luís, Roseana tem 45,4% contra 30,4% de Flávio Dino e 15,5% de Jackson Lago. A governadora lidera a votação espontânea (quando não é mostrado ao entrevistado o nome dos candidatos).


Nesse quesito, ela surge no Estado com 35,5% de citações contra 16,5% do ex-governador e 8,5% do deputado. Na capital, a candidata do PMDB aparece com 37,1% na votação espontânea. Flávio Dino tem 13,9% e Jackson Lago 10,8%.


Dilma X Serra


A candidata do PT à Presidência, Dilma Roussef, dá um verdadeira surra no tucano José Serra no Maranhão: 55,6% contra 28,4%. A candidata do PV, Marina Silva, tem 8%.


O Instituto Escutec ouviu 1.050 eleitores entre os dias 19 e 22 deste mês. A margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos. O levantamento foi registrado no TRE, sob o número 26013/2010, e no TSE, sob o número 20.088/2010.

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos