Coluna UDES CRUZ, veiculada nos jornais Atos e Fatos e O Quarto Poder, bem como nos portais O Quarto Poder de Ribamar e Rosário- Edição do dia O1/07/2010

Coluna UDES CRUZ, veiculada nos jornais Atos e Fatos e O Quarto Poder, bem como nos portais O Quarto Poder de Ribamar e Rosário- Edição do dia O1/07/2010: "

DEM GANHA MAIS 2 SUPLÊNCIAS

O partido Democratas oficializou, na manhã de ontem, a sua participação na coligação encabeçada pela governadora Roseana Sarney (PMDB). Em convenção realizada na sede do Diretório Estadual da legenda, foram homologadas as candidaturas à reeleição dos seis deputados estaduais e da deputada federal Nice Lobão. No encontro, também foi confirmada a candidatura do ex-prefeito de Imperatriz, Ildon Marques, a uma vaga na Câmara Federal. O presidente regional do DEM, deputado Clóvis Fecury, abriu mão de disputar um novo mandato e será o primeiro suplente do candidato a senador João Alberto (PMDB). Atual vice-presidente do partido no estado, o professor e ex-secretário estadual de Assuntos Estratégicos, Ricardo Guterres, será o segundo suplente do peemedebista.

NO SENADO E NA CASA CIVIL

Ficou acertado que o deputado Clovis Fecury será senador por, pelo menos, 4 anos e que o partido, também, ocupará a Casa Civil do governo Roseana Sarney.

MAURO NÃO QUIS SUPLÊNCIA

Conforme esta coluna informou, o senador Mauro Fecury não aceitou sua indicação para candidato a suplente, na chapa do atual vice-governador. Os fecury, ao contrário do que disseram, vão trabalhar pela eleição de senador, deputado federal e deputado estadual.


PCB e PSOL LANÇAM SAULO E

MARCOS IGREJA PARA O GOVERNO


A militância do PCB no Maranhão resolveu fechar questão em torno da composição de chapa com o PSOL, que no início desta semana homologou a candidatura do professor universitário Saulo Arcangelli na disputa ao governo do estado. Com isso, o PCB indicou o nome do auditor fiscal do estado, ambientalista, poeta e militante Marcos Igreja para concorrer a vice-governador, nas eleições de outubro.

Segundo o secretário geral do PCB no estado, ex-vereador Joberval Bertoldo, a militância do partido não hesitou em formalizar questão com o PSOL. “Todos defenderam a proposta de que essa aliança deve ser mantida, até porque o Comitê Regional deu essa liberadade para a militância”, disse.

No entanto, o secretário ressaltou que o problema maior é a indefinição quanto a eventual aliança entre PCB e PSOL em âmbito nacional. “É isso que ainda está sendo discutido”, declarou Joberval Bertoldo.


JACKSON NÃO CRITICA O PPS

O candidato ao governo do Estado, Jackson Lago (PDT), não se abalou com a derrota que obteve no PPS. Recebeu a notícia, vinda de Bacabal; O Partido Popular Socialista, PPS, no Maranhão decidiu apoiar a candidatura do deputado federal Flávio Dino (PCdoB) a governador nas eleições de outubro deste ano. Segundo comentou Jackson Lago, o PPS, assim como todas as legendas comprometidas com a luta por um Maranhão livre, optou por apoiar outra candidatura do campo da oposição.

“Isso é bom para o processo democrático. É importante que todos os partidos decidam livremente no primeiro turno a melhor forma de se viabilizarem. Temos convicção, no entanto, de que todos nós estaremos unidos em uma grande frente democrática para derrotar os Sarney, definitivamente, no segundo turno das eleições”, disse Jackson Lago.

MIOSÓTIS É VICE DE DINO

O PPS, além de aprovar o apoio do partido à candidatura do deputado federal Flávio Dino (PCdoB) ao governo do Maranhão, também formalizou a indicação do vice na chapa de Dino, a psicóloga e integrante da Coordenação de Mulheres do partido, Miosótis Lucio.

MELHOR PARA UM SEGUNDO TURNO

Aliados de Jackson não acharam ruim o PPS abraçar Flávio Dino. Acreditam que com isso ele não desiste mais de sua candidatura, podendo ajudar na realização de um segundo turno.


FOLHA DE PIRAPEMAS

A população de Pirapemas tem, a partir de hoje, uma vez por semanas, as informações sobre seu município. Com a importante colaboração de Francisco Macedo e Marcos Vieira, as noticias serão veiculadas na Folha de Pirapemas, na última página deste jornal.

DESGSTE DE CASTELO NA PRAÇA

O prefeito de São Luís, João Castelo (PSDB), pela segunda vez, em pouco mais de uma semana, no arraial da praça Maria Aragão, maior espaço junino patrocinado pela administração municipal, não foi bem recebido pela população. Fatos iguais ao ocorrido devem levar op prefeito a uma reflexão sobre o trabalho de sua assesoria, que deve estar falhando em algumas áreas. O fato lamentável aconteceu quando a cantora Eugênia Miranda, uma das atrações da noite, chamou Castelo ao palco

.

PARTIDO LIVRE NO MARANHÃO

O embrião do Partido Livre, no Maranhão, através de alguns militantes, participou no domingo, durante a Parada Gay, na Avenida Litorânea, de sua primeira manifestação pública no Estado, sob o comando do empresário José Luna. O Partido Livre é uma di9visão do PV, que não concordou com a imposição do nome de Marina da Silva, como candidata a Presidente da República.


PROFESSORES E SALÁRIOS ATRASADOS

Marcada para quinta-feira, dia 1º, às 14h, mais uma movimentação de professores em São Luís. Trata-se dos professores que trabalham em escolas e creches comunitárias que estarão reunidos na porta da Prefeitura Municipal de São Luis, para uma manifestação contra o atrasado de mais de quatro meses de seus salários.

São pais e mães de famílias que têm suas contas atrasadas pela falta de pagamento, sendo que estão trabalhando regularmente sempre com o “alento” de que receberiam os salários logo e até hoje nada acontece, nem mesmo uma resposta de quando ao certo será realizado o pagamento atrasado. Eles estão indignados com o descaso e querem chamar atenção das autoridades para o problema e exigem uma resposta digna e com respeito à categoria.


PORTO NÃO ESTARIA GARANTIDO

Embora o ex-governador Jackson Lago tenha sugerido, em entrevista à rádio Capital (Programa do Djalma Rodrigues, visinho aí da página 3) no último dominmgo, s/ao insistentes os comentários de que não é 100% certo que o ex-vice governador Luiz Carlos Porto, o Pastor Porto (PSDB), seja o escolhido para compor sua chapa, como candidato a vice-governador.

MARINA, SERA E DILMA SEM PALANQUE

A decisão recente do TSE, de proibir uso de imagens e voz dos candidatos presidenciais por coligações regionais que tenham partidos de todas as coligações nacionais, poderá impedir a formação de palanques no Maranhão para os candidatos Dilma Rousseff (PT), José Serra (PSDB) e Marina Silva (PV).

A decisão do TSE deixa claro que, se as coligações regionais quiserem a participação dos candidatos presidenciais, suas alianças só poderão ser feitas com paridos da mesma base nacional.

. ZÉ REINALDO PREJUDICADO

“Apesar de tentar tirar do páreo a candidatura do ministro aposentado do STJ, Edson Vidigal (PSDB) ao Senado e não conseguir, agora o ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB) afirma em seu blog que será mesmo candidato ao Senado, usando o surrado jargão político da luta contra a oligarquia Sarney, da qual ele próprio fez parte por 40 anos até romper seus laços umbilicais”. É o que diz um blogueiro local.

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos