Candidato paulista quer ser o primeiro eleito em campanha 100% virtual

Candidato paulista quer ser o primeiro eleito em campanha 100% virtual: "


do blog: Zé Dudu

Em um escritório na Avenida Rebouças, em São Paulo, o empresário Aleksandar Mandic instalou seu comitê eleitoral. Ele concorre a uma vaga de deputado federal pelo DEM. Mas, ao contrário de seus concorrentes, ele não planeja andar pelas ruas da cidade, apertar a mão dos eleitores ou sair em carreata com carro de som e bandeiras. A campanha faz jus à sua história de sucesso empresarial na área de telecomunicação e, por esse motivo, Mandic resolveu se autodenominar "candidato 2.0". Sua corrida ao Congresso será toda virtual: fez de um blog seu principal canal de comunicação, disponibilizou na internet seu celular e lançou o santinho eletrônico, para seus simpatizantes receberem, pelo iPhone, um cartão com sua foto e seu número.


"Creio que estou adiantado no tempo. Sou o primeiro candidato 100% online", afirma, com orgulho. Mandic passa seus dias de campanha no comitê decorado com pufes, iluminação discreta e tapetes com desenhos de formas geométricas e rede Wi-Fi aberta a até um raio de 400 metros de distância do imóvel. Mesmo aberto ao público, o comitê não costuma receber muitas visitas. Em compensação, seu blog, que é seu QG de campanha, já recebeu quase 6 mil curiosos. E ainda tem as redes sociais, Twitter, Facebook, Linkedin e Foursquare.


De acordo com ele, a campanha pela web torna mais rico o contato com a população. "Na rua, o eleitor vai apertar minha mão, mas não vai desenvolver uma conversa comigo, uma troca de ideias. Na internet, a pessoa pode fazer tudo isso porque estou sempre acessível", explica Mandic. No site, é possível ver propostas de eleitores e pedidos do candidato para que o visitante discorra mais sobre sua sugestão.


No endereço da web, o paulistano filho de iugoslavos postou seus projetos de campanha e permite a troca de sugestões, a apresentação de qualquer tipo de reclamação e até mesmo a indicação de vagas de emprego. Ao se cadastrar, o visitante do blog pode informar se ele procura trabalho. Uma ferramenta, então, vasculha a região informada pelo eleitor e mostra opções disponíveis naquele momento.


Santinho eletrônico. Outra novidade é o santinho eletrônico inteligente – e Mandic faz questão de frisar o "inteligente". Consiste, a princípio, em um cartão digital com a foto e o número do candidato para usuários do iPhone. Com ele, o eleitor recebe uma orientação do caminho onde está até sua zona eleitoral. Além disso, o aplicativo informa a localização do comitê. E mais, dá a localização do próprio candidato. Por meio do Foursquare, indica com um ponto no mapa onde ele está naquele determinado momento.


"Vou me dedicar à minha parte, que é a internet", afirma. "Não posso ser igual ao pato, que anda, nada e voa e faz tudo isso mal", compara. Mas Mandic deixa claro que essa posição não significa descaso com outras preocupações do país, como saúde e educação. Explica que apenas "não vai se meter" a fazer projetos a respeito de assuntos que não domina. Sua autoridade está na web: foi um dos precursores do ramo de provedor de internet no Brasil, ganhou inúmeros prêmios na área e foi sócio-fundador do iG. Virou até case em Harvard.


Suas principais propostas são o Wi-Fi para Todos, com internet gratuita em praças, escolas e áreas comunitárias, e a Infovias, que prevê internet sem fio nas estradas pedagiadas do País. "Marechal Rondon fez rodovias, e Mandic dará Infovias", promete ele, que anda sempre com o celular pessoal e o de campanha por perto. "Pena que esse não tem tocado tanto", lamenta. Se sua campanha virtual e suas propostas vão "pegar", ele só vai saber quando o resultado das urnas for apurado.


Fonte: Agência Estado


"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos