Buriticupu sofre com abandono

Buriticupu sofre com abandono: "



por Gil Carvalho



A falta de investimentos do governo municipal em infraestrutura, saúde e educação inviabiliza a consolidação de novos empreendimentos em Buriticupu (240km de Imperatriz), cidade que se destaca no cenário econômico no sudoeste do Maranhão. É o que avalia o líder comunitário Francismar Bahia, o Bahia Seguros, que lamenta a inércia da gestão do prefeito Primo.



Ele assinala que a comunidade tem sido a maior prejudicada com a retração de investimentos (privado e pública) provocando um colapso no setor econômico, situação que expõe ainda a fragilidade do município na área da saúde pública.





“A cidade necessita ser melhor dotada de infraestrutura na área da saúde pública, inclusive com profissionais médicos especialistas para atender a população em geral, pois sem esses investimentos tornam-se inviáveis o progresso de Buriticupu”, disse ele.



Bahia afirma categoricamente que “a cidade está em completo estado de abandono, situação que impede inclusive o trânsito de veículos e até de pedestres nas ruas da região central de Buriticupu”.



Ele denuncia que a gestão municipal tem utilizado piçarra para tapar os buracos das ruas e avenidas no centro da cidade, problema que se agravou com a grande quantidade de poeira que atormenta os clientes, funcionários das lojas e a comunidade que anda no setor comercial de Buriticupu. “Infelizmente, essa é a situação do quadro político-administrativo da cidade de Buriticupu”, lamenta.



Vicinais


Bahia diz ainda que o problema é ainda mais crítico em relação as estradas vicinais que cortam o interior do município de Buriticupu. A falta de manutenção das vicinais e das pontes de madeira tem provocado o estrangulamento da produção agrícola que amarga prejuízos, pois não consegue meios para promover o escoamento da safra agrícola deste ano. “As estradas vicinais estão abandonadas há mais de três anos. Isso é um absurdo!”, afirma.



Ele relata o drama dos moradores e produtores rurais que residem na localidade denominada “Presa de Porco”, no interior de Buriticupu. “O povoado está um buraco só, onde os produtores rurais estão desesperados e não sabem mais a quem recorrer”, finaliza.

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos