SSP comemora os dois anos do Disque Denúncia no Maranhão

SSP comemora os dois anos do Disque Denúncia no Maranhão: "
Solenidade de comemoração dos dois anos do Disque denúncia no Maranhão foi realizada no Auditório da Secretaria do Estado de Segurança Pública, nesta terça-feira, às 9h.

Na reunião foi abordada a criação de um projeto de lei municipal que torna obrigatório o número do Disque Denúncia em estabelecimentos comerciais e em ônibus. Mostrou também o resultado dos dois anos do funcionamento do programa e para o segundo semestre será lançada a campanha de marketing que divulgará o Disque Denúncia no estado.

Estiveram presentes, a coordenadora do Disque Denúncia – MA, Hellen Araújo; coordenadora executiva nacional do Instituto Brasileiro de Combate ao Crime (IBCC), Adriana Nunes; o secretário estadual de Segurança Pública (SSP), Aluízio Mendes, além de representantes do Corpo de Bombeiro e da Polícia Civil.

Projeto

O Disque Denúncia hoje conta com uma central que funciona por 24h, localizada em São Luís. De acordo com Hellen Araújo, no início do segundo semestre de 2010, será trabalhado o projeto de marketing, que vai reforçar e motivar a ação da sociedade em fazer denúncias e desta forma cumprir o papel de fiscais colaboradores. “Tivemos um resultado muito positivo, pois a população tem confiado no programa. Todas as informações passadas pelas ligações são armazenadas no banco de dados, sendo elas procedentes ou não”, ressaltou Hellen Araújo.

A coordenadora nacional falou sobre a campanha de divulgação do programa e criação de outros postos de atendimento no Maranhão. “Pretendemos expandir os serviços para todo o estado. Existe um planejamento pronto e a cidade de Imperatriz deverá ser a primeira a receber uma nova central do Disque Denúncia, pois o município tem localidade estratégica, e os índices de violências e populacional são grandes”, informou Adriana Nunes.

No encerramento, foram entregues comendas homenageando autoridades que participam ativamente do programa. Entre elas: coronel Nordmam Ribeiro; o comandante do Corpo de Bombeiro do Maranhão, coronel Marcos Paiva, além do secretário da SSP, Aluízio Mendes.

O secretário de segurança em referência ao projeto de lei sobre a obrigatoriedade dos números do Disque divulgados em ônibus e em empresas, enfatizou ser a sociedade uma ferramenta de extrema importância para a segurança pública. “Apesar de termos problemas sérios de segurança, podemos contar com cidadãos de bem que contribuem com o estado. A segurança pública é uma responsabilidade constitucionalmente do governo, mas tanto a sociedade como os empresários podem contribuir”.

Resultados


Durante os 730 dias de funcionamento do Disque Denúncia em São Luís, foram registrados mais de 63 mil ligações denunciando diversos casos de irregularidade criminal na sociedade. No primeiro ano, foram 30.483 mil ligações e no segundo, 32.933 mil ligações. Por causa da colaboração da sociedade, foram feitas mais de 700 prisões.

De acordo com o banco de dados do Disque, as cidades que mais usaram dos serviços foram São Luís, Paço do Lumiar, São José de Ribamar, Raposa e Rosário. Os bairros com maiores números de denúncias são a Cidade Operária, Anjo da Guarda, Coroadinho, Centro e Cidade Olímpica. Tráficos de drogas, barulho, roubo e furto, homicídio e estelionato estão no relatório de quantidades de denúncias por crimes, e sobre apreensões, o registro do banco de dados, indica 67 armas e 500 kg de drogas apreendidas, além de apreensão de dinheiro e infratores.
"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos