Produtores Artesanais de São João dos Pilões se Destacam em Feira Nacional

Produtores Artesanais de São João dos Pilões se Destacam em Feira Nacional: "
O Maranhão foi destaque na Feira Nacional da Agricultura Familiar e Reforma Agrária, realizada de 16 a 20 últimos, na Concha Acústica de Brasília. Com um público de 150 mil pessoas, o maior evento do gênero na América Latina teve 650 empreendimentos de agricultores familiares, artesãos, pescadores, quilombolas, comunidades indígenas, pescadores artesanais, ribeirinhos, extrativistas e assentados da reforma agrária de todo o Brasil, que comercializaram 750 toneladas de produtos. O volume de vendas alcançou R$ 19 milhões.

Os maranhenses participaram com farinha de mandioca, goma de tapioca, mel de abelha nativa sem ferrão (abelha tiúba), mesocarpo, bombons, biscoitos, óleo, azeite e sabonete de coco babaçu, artesanatos de fibra de bananeira, buriti e babaçu, madeira, cerâmica e flores tropicais e rizomas. Também aproveitaram para fazer contatos comerciais, interagir com outros agricultores familiares e conhecer os novos produtos e técnicas utilizadas nas outras regiões do Brasil.

Os estandes do Maranhão, localizados no pavilhão do Nordeste, apresentaram a produção de 16 associações e cooperativas: as Associações de Desenvolvimento de Vassoural dos Agricultores de Mojó, dos Produtores Artesanais de São João dos Pilões (povoado próximo a Brejo), das Quebradeiras de Coco Babaçu de Itapecuru (Uniões dos Clubes de Mães), dos Moradores da Vila União, das Mulheres de Itamatatiua (comunidade quilombola de Alcântara), Comunitária dos Artesões Codoenses, Buriti Arte, dos Pequenos Produtores Rurais do Povoado Sidom B (em Buriti Bravo) além da Associação Maranhense para a Conservação da Natureza (Amavida).

Leia Mais...

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini